09 novembro 2010



NUM CANTO DA NOSSA ALMA



Existe um canto de nossa alma, com um banco chamado SOLIDÃO.
Percebe-se no ser humano uma solidão irreversivel, que vem de seu interior, e que nada pode ameniza-la.
Essa solidão é existencial. Mas nao é constante. Ela aparece em momentos em que percebemos que ninguem pode entender o que sentimos dentro de nós.
Voces ja repararam que em certas situações que enfrentamos nessa vida, nos sentimos totalmente sozinhos?
Mesmo tendo amigos, percebemos que ninguem poderá entender o que sentimos. Somente nós mesmos.
Certos problemas que temos, so cabem dentro de nós.
Se os expressamos, eles nao conseguem tornar-se claros, do modo que eles estao dentro de nós. Por mais palavras que usemos, nao consegue retratar a fotografia nitida desse sentimento.
A critica as vezes nos fere. A tentativa de ajuda, é em vao.
O ser humano ao dar o primeiro grito de vida, esta sozinho. E durante nossa vida, esse grito volta, em algumas situações, um grito interno. Um grito de desespero interior. Um grito totalmente solitário.
Quanto mais o tempo vai passando, percebemos que somente Deus preenche essa SOLIDÃO.
Somente com Ele podemos conversar e sermos plenamente entendidos.
E ele nos responde através de figuras, fatos, acontecimentos, e nos conforta.
Como os pais sempre entendem incondicionalmente os filhos, Deus conhece cada um de nos, nosso interior, nossos medos, nossas fraquezas, aquelas velhas angustias e também nossas virtudes.



Se voces olharem para essa figura, percebam que embora nao haja ninguem sentado nesse banco, Deus esta ali presente na natureza, na lua brilhante, nas águas que se movem.
Deus esta ali nesse banco, de um modo invisivel, mas fortemente presente.

E no nosso dia a dia, Ele se revela:

EM UMA CRIANCA SORRINDO



NO SOL QUE NASCE DANDO-NOS ESPERANCA




EM UMA CHUVA QUE LAVA NOSSA ALMA





UMA MAO QUE SE ESTENDE, UM OLHAR BONDOSO


Tambem acredito que:



O INVERNO É UM PERIODO DE REFLEXAO

Nao somente nos vestimos com agasalhos, mas agasalhamos nossa alma, que entra em periodo de hibernacao... Ao ficarmos mais em casa, percebemos mais as emoções, bordamos com mais paciencia a nossa ansiedade. Olhamos a paisagem com mais tempo.

E no verao...


AS FLORES NASCEM....

E junto com elas, emerge o melhor de nós...


Deus trabalha na nossa SOLIDÃO e faz com que atraves dela, possamos perceber a vida...


®Mary Fioratti


5 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Logo vi que algo em ti não estava legal, você anda triste e essa tristeza desacompanhada tem que ser entendida por aqueles que te cercam. Em vários trechos do seu texto meu coração apertou, senti aquela vontade de te abraçar e dar colo. Não sei o que se passa, mas sei que você não está sozinha, quem está contigo é o Senhor dos Exercítos, um Deus que tudo podemos quando cremos que ele existe e nos salvará de todo mal e perigo. Emocionante, Mary!

Beijo bem grandão, bem grandão mesmo.

Rebeca

-

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

exércitos*

Alexandre Fernandes disse...

Tantas saudades!!!

Mary, vindo aqui pra deixar um beijo especial.

Te gosto muito. E saiba que nunca te esqueço. Mesmo que eu fiquei sumido sem aparecer muito, saiba que estará sempre no meu coração.

Te amodoro!

Obrigado por ser uma amiga tão especial para mim e por todo o carinho.

Beijos!!

Veronica disse...

Oi gostei do seu blog ele é lindo!
Tem uma ótima energia estou te seguindo.

Anônimo disse...

DEAR MARY: HAVE A WONDERFUL HOLIDAYS, WITH YOUR FAMILY AND YOUR FRIENDS. I DO HOPE THIS SEASON BRINGS YOU JOY AND ALL THE HAPPINES U DESERVED. TONS OF LOVE. JOEL