05 fevereiro 2011




A LÁGRIMA


Bendita lágrima
que libera a angustia
reação solitária
que pode ser escondida
ou mostrada
(nem sempre entendida)
mas é o alivio para a dor
o outdoor para a emoção
a quebra do equilíbrio
na tela da emoção


®Mary Fioratti

6 comentários:

Priscila Lima disse...

Benditas são as lagrimas!

Abraço das conchinhas

Priscila Lima
www.conchasbelas.blogspot.com

Adolfo Payés disse...

Después de tanto tiempo, espero poder ponerme al día con todos y todas..
Recomenzar el año con la vida en brazos es lo mas bello del amor..

Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos de siempre...

Poeta Renato Douglas disse...

Olá adorei teu blog. Faça uma visita e seja mais um membro do meu. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/ Abraços

Aparecida Linhares disse...

Mary após um tempo off, sem nada escrever, retorno e vim ver você. Amei seu poemeto "A lágrima" assim como outros que aqui estão.
Estou reaprendendo a navegar e breve estarei postando alguma coisa que eu escreva.
Bjs
Cida

tulipa disse...

Adorei o poema, tão belo.

Convido-a a visitar os meus blogues; num deles verá como é bom sonhar e no outro verá o meu recolhimento.
Fotos minhas, as do recolhimento, num lugar simples, mas muito zen, com paz e silêncio, no meio do Alentejo.

O recolhimento deve-se ao vazio a que a minha vida chegou...
Um pouco como a vida de muitas outras pessoas, que é um vazio imenso, só que cada qual ocupa o vazio de formas bem diferentes.
Mas, nestas idades, é o mais normal, o vazio da vida das pessoas; os filhos cresceram e foram fazer a sua vida e nós, Mães ficamos sós...

Alguém escreveu:
nós mulheres, fomos educadas para doar, dividir, servir, ajudar, sustentar.
SIM, mas já passou o meu tempo de doar, dividir, servir, ajudar...
Ainda o faço com os meus netos, mas eles são dos pais e eu fico com os restos que sobram, para mim...muito pouco ou nada...

Nem sempre formar uma família e vê-la crescer, nos dá muito orgulho...
Emociona e chora-se muitas lágrimas, acredite!

Beijinhos.
Bom fim de semana.

ParadoXos disse...

as lágrimas também podem esconder sorrisos e fazer germinar uma flor, podem sim!


mais um beijão, minha amiga Mary!


volta sempre!