02 outubro 2011






AH MEU AMOR



ah! meu amor, como posso esquecer
as sensações de ternura
invadindo meu corpo
aquela noite?
estávamos lado a lado
nossos olhos conheciam-se
com a sede do amor descoberto
seus olhos estavam tão cheios de brilho
que fiquei a pensar
se eram as estrelas
que neles eu enxergava

ah! meu amor, como posso esquecer
dos seus passos lentos ao meu encontro
sua figura frágil
seu sorriso meio tímido
e quando paramos frente a frente
olhando seus olhos risonhos
eu sabia conhece-lo...há tanto tempo
em meus mais proibidos sonhos
nossos olhos eletrizavam-se magnéticos
nossas bocas enchiam-se de desejos
foi quando você deu o primeiro passo
e afundamos num abraço
e depois em um interminável beijo
seu cheiro, sua pele em meu rosto
suas mãos que passeavam meu corpo

ah! meu amor, como posso esquecer
aquele arrepio que vinha dos meus pés
a minha cabeça?
meu corpo tornou-se maleável e solicito
em suas mãos frias e experientes
que entravam pela minha roupa
tocando a pele morna, acordando sentidos
tão adormecidos...
nossos beijos intermináveis
com as línguas sugando nossas almas
aquela sensação quente de aconchego
aqueles dois corpos eletrizados
pelo calor do amor...

ah! meu amor, como posso esquecer
daquele seu olhar pedinte
do seu apelo quase feminino
espalhando ternura pelo quase respeito
na lentidão de seus gestos...
desfolhou minhas roupas
com desejo e carinho em cada peca
antes daquela volupia incontrolavel
mas antes...ah! antes...
eu pude enxergar o sentimento
brilhando em seus olhos
espalhando estrelas
nesse nosso momento...

ah! meu amor, como posso esquecer
do seu sorriso esmaecido depois do amor
seus cabelos no travesseiro
seus olhos fechados sonhando acordado
enquanto meus dedos percorriam
suavemente sua face fingindo dormir
aquele momento ficou marcado
para sempre na minha memoria
mais tarde acordei
e voce sentado na cadeira do quarto
pude enxergar a luz do seu cigarro
e entre ela seus olhos...
jamais esquecerei a expressao de amor
emoldurada pela fumaca
que adornava seu rosto

Ah! meu amor, como posso esquecer
desse momento que ficou gravado
na memoria de meu corpo
marcado com suas maos?

Mary Fioratti



13 comentários:

Evanir disse...

Ver a vida, as pessoas, as formas é um detalhe,
mas viver de bem com a vida, amando as pessoas de todas as formas,
é um detalhe que faz toda diferença .
Que a estrada se abra a sua frente.
Que o vento sopre levemente às suas costas.
Que o sol brilhe morno e suave em sua face, que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos
Tenha um semana feliz e abençoada com sua sagrada familia..
Beijos com carinho amor e paz.
Evanir

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Lindo encontro onde o amor flui sem dificuldade...
Bjm de paz

Zé Carlos disse...

Que lindo Mary..... vc sempre encantando!!!!! Beijão do Zé

Kafé Roceiro disse...

Mary, minha amiga,
Quanta saudade...
Enfim estou podendo visitar os amigos.
Como você está bonita e seu blog mais ainda.
E a família, estão todos bem?

Um grande beijo do Kafé.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida

" Das alturas orvalhem os céus,
E as nuvens que chovam justiça,
Que a terra se abra ao amor
E germine o Deus Salvador"...

Fico tão sem palavra para agradecer o carinho imensurável com que me cumula ao longo do ano que só posso lhe dizer que te amo fraternalmente...
Seja muito abençoada e feliz, amiga!!!
Bjm de paz e FELIZ NATAL... apesar de qualquer vestígio de dor em seu coraçãozinho....

"Quando eu estiver contigo no fim do dia, poderás ver as minhas cicatrizes,

e então saberás que eu me feri e também me curei."

Tagore

Geminiana disse...

Olá Mary,não tenho um blog,sou brasileira, moro atualmente no estado do Paraná.pela primeira estou te escrevendo,mas sempre leio-te com muito carinho,sou tua fã de carteirinha.Acho vc uma pessoa linda de alma e coração.Amo o que vc escreve,este poema que muito fala de amor,me emocionou profundamente,pois estou atravessando algo parecido.
Um abraço desta fã que te admira muito.
Bjsss:)

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Saudades de ti amiga...

Beijo!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Mary! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas criações.



O Natal está chegando, mais um final de ano que aos poucos vai se aproximando, e cada vez mais forte está a minha esperança do dever cumprido neste 2011. Procurei fazer o possível para agradar, tanto com o que postei de terceiros, quanto com as ínfimas baboseiras que criei.

Hoje estou iniciando uma pausa para descansar um pouco a cuca e a carcaça, analisar os erros e os acertos, e dar uma arrumadinha no nosso humilde espaço, prometendo, se “DEUS” quiser, retornar em janeiro para dar continuidade às atividades.

Aproveito a oportunidade para apresentar as minhas desculpas àqueles que, de alguma forma, não agradei com as minhas postagens, e agradecer a todos indistintamente, amigos(as) e seguidores(as), pelo carinho, compreensão e, principalmente, pelo grande apoio que é de vital importância neste mundo virtual, esperando no próximo 2012, continuar sendo merecedor dessas ímpares e valiosas companhias. Muito obrigado de coração.

A todos, um “Maravilhoso NATAL” e um “Fantástico ANO NOVO”, não com fortuna, mas, com muitas felicidades.

“QUE 'DEUS' SEJA LOUVADO”

Arte & Emoções
Rosemildo Sales Furtado.

Zé Carlos disse...

Minha linda poeta, aguardo a atualização e o aviso de ....

Vc faz muita falta na Literatura Brasileira.

Mil beijos do ZC

Poemas e Cotidiano disse...

Rita, me mande seu email novamente.
Beijos Mary

Kalinka disse...

MARY

como te reencontrei...?
Indo ao meu kalinka...

Os blogues para mim são uma terapia e faço deles os meus diários...
por isso,
quando quero recordar outros tempos e momentos,
basta ir ao kalinka...

Faz no próximo mês de Março
7 anos que ando pela blogosfera
e foi através dela que nos conhecemos
Outros tempos...

Depende de nós
Que acredita ou tem esperança
Que o AMOR vença todos os obstáculos!!!
Que a Paz reine nos nossos corações

Lembras-te da kalinka?
...
Agora, em vez de 1 blogue,
tenho 2 - sou a Tulipa
temos andado desencontradas.

Com carinho
Votos de um Bom 2012, com saúde e muita paz, acima de tudo.

Anônimo disse...

Mary linda, ah qto tempo!!! Desculpa a ausência, mas como vc sabe, Jota Xê e eu terminamos, cada um pro seu lado, melhor assim. Deu certo, vivemos momentos lindos, só que alguns problemas comprometeram muita coisa e o melhor foi deixar a vida levar o pesado e deixar somente o que foi lindo. Ando trabalhando muito, sem tempo e, pra falar a verdade, sem saco pra escrever. Proximo mes vou a Miami e em junho vou passar 1 mes nos EUA tb, caso fique em alguma cidade perto da sua, poderiamos nos conhecer, o que acha? Anota meu email pessoal: rebeca.aragao@hotmail.com

Beijo imenso, querida, vc continua morando no mei coraçao.

P. S. : por favor, nao aceita meu comentario. Outro beijo. :)

Kafé Roceiro disse...

Lindo poema, pra variar, poetisa mor.
um grande beijo do Kafé.