28 setembro 2007



SIMPLES PENSAMENTOS




Cai a tarde de uma forma magnifica! Como Deus pode fazer um ceu tao lindo como este que vejo em minha frente? Nem a melhor maquina digital do mundo conseguiria retratar nesse momento o que meus olhos estao vendo.
Mas vou tentar descrever para voces. A noite esta caindo, da minha janela vejo um ceu meio azul marinho (ja viram ceu dessa cor?). É o ceu do outono.
La no fundo da paisagem, o ceu esta meio amarelado, e os galhos da arvore perto da minha janela, caem na paisagem como rendas. Rendas tecidas a mao. Preenchem o espaco como teias. Que lindo!

Sou uma observadora do belo. Meus olhos sempre formam imagens. Muitas vezes me detenho a olhar por muito tempo algo que me chama a atencao. E fico alheia ao que esta em minha volta.

Amaral meu amigo, voce disse que se eu percebi que fiquei uma semana sem postar. Nem havia percebido. Ando tao sem palavras. Obrigado por ter notado, isso significa que sentiu minha falta.
Tambem sinto falta de voces quando nao vejo postagem alguma. Fica vazio, nao é mesmo?

Hoje deixo aqui uma poesia antiga, que tirei do meu website.




QUANDO O CORAÇÃO FALA


Quando o coração fala
ele faz tremer o corpo
e suspirar a alma
É um ruído silencioso
que excita
e que acalma
Quando o coração fala
tudo é declarado
naquele nada que paira no ar
e que nos faz sentir
o que o outro esta sentindo
Tudo é dito
no som da voz
no olhar imaginado
no beijo sonhado
que emana da mágica
daquele momento
e abre-se como uma flor
o canal do sentimento
Quando o coração fala
a voz se emociona
gagueja...tropeça...
lágrimas se misturam
solidao e amor se costuram
num ruído silencioso
que acalma nossos medos
parece até uma criança
brincando com nossa alma
e que de um jeito inocente
desfolha nossos segredos...


Mary Fioratti


Musica: Canto Gregoriano "The Sound of Silence"

11 comentários:

Edna disse...

Mary querida, eu adoro essa sua poesia!

Sobre a sua maneira de olhar a vida...Menina, vc tem alma sensível e seus olhos registram as belezas que vc vê!
Sou sua admiradora, mirmã! :)
Um abração da amiga/fã,
Edna

sveronica disse...

Suadades deste teu cantinho!

Estive ausente uns dias e deixei o blog
fechado. Estou voltando aos pouquinhos
e na medida do tempo, voltarei a comentar-vos
Quero que saibam que não vos esqueci e
que os trago sempre em meu coração
beijinhos
Menina do Rio

Beatriz Prestes disse...

Mary querida

Que presente magnífico é a vida não?? Como seria maravilhoso, se todos tivessem olhos de ver e coração de sentir.
Diariamente a milímetros de nós, acontecem os maiores e mais belos milagres da vida.
Amo ler você minha amiga
Beijo com amor
Bea

Sil Porto disse...

Olá minha querida Mary
Vim lhe desejar um maravilhoso domingo e muita paz, luz e amor no seu doce coração.

Menina!! Sem palavras. Você já disse tudinho. É terrível quando o coração comanda os sentimentos e encontra este tal de Amor. Nossa alma flutua. rsrsss

Lindo demais seu poema. Sempre recheado de sensibilidade e um toque especial somente seu.

Beijos... Sil

Patricia disse...

Lindo como sempre....

O parto que eu cozinhei estava delicioso!!

beijos

Alexandre disse...

Só faz sentido falar com o coração... tudo o resto são palavras sem sentido! Muito bonito o teu pensamento!

Beijinhos! Muitos !!!

Musician disse...

Que lindo Mary!
Fiquei deliciada :)
Que estejas bem amiga querida.
Beijinhos*

Betty Branco Martins disse...

Querida Mary

Já cá estou de volta:))

Vim só dizer um OLA! e agradecer a visita na minha ausência

Voltarei mais tarde com tempo. Para ler e comentar

Beijos com muito carinho

Cristina disse...

Lindo o teu pensamento
:)

Muitos beijinhus

A foto ficou muito bem
:)

Saramar disse...

Mary, querida, seus olhos são o reflexo de sua alma angélica e amorosa.
Olha tudo com amor. Assim, tudo fica belo.
Belíssima a descrição que fez em tão poucas palavras.
Obrigada, por este novo presente: um entardecer de outono.

beijos, saudades.

Amaral disse...

Os teus "simples" pensamentos são o retrato vivo de um espírito aberto e são.
Só tu poderias descrever com essa beleza... a própria beleza!
Ser observadora do belo é estar em comunhão permanente com o Criador.

Quando o coração fala desperta a criança e um "ruído silencioso" cria a magia do segredo da vida.
"Abre-se como uma flor", Mary! Estou de acordo! Qual o coração que não fala?...