09 agosto 2008


PENSANDO EM VOCÊ MEU PAI





Essa foto é do meu pai, quando era um bebezinho... Engracado que nunca pensamos no pai da gente ter sido um bebe, não é verdade?
Olho para essa foto e me dá uma grande ternura, pois eu visualizo meu pai crescido, e aquele pai que eu conheci adulto.
Suas mãozinhas que estao em suas pernas... lembro ate hoje como eram , alias, muito parecidas com as minhas. Olho minhas mãos, e sempre enxergo as mãos de meu pai (e em tantas outras coisas...).

Essa foto foi tirada há mais de 90 anos (incrivel, nao é?).

Lembro de meu pai todos os dias, em pequenas coisas na minha rotina. Quando estou cozinhando lembro sempre dele em sua arte em cortar a cebola, preparar uma salada especial de ultima hora, aquela sopa de verduras deliciosa no tempo do frio... o lagarto recheado com ovo e linguiça.
Nossos almocos em casa eram ao meio dia. E meu pai nao abria mão desse horario, queria todos na mesa.


SEMPRE ALEGRE E ENERGETICO



COM MEU QUERIDO TIO LUIZ EM UM NATAL



COM SEUS NETOS



SUAS BRINCADEIRAS



A alegria de meu pai era sempre contagiante. Parecia uma pessoa que nada o fazia desistir da vida, nem pensar nada de uma forma negativa. Estava sempre com a energia lá em cima. Era uma pessoa que nao se dobrava aos problemas da vida. Via tudo com otimismo, com coragem, com muita fé .

Tenho até hoje na memoria o seu assobio quando chegava em casa. Ficou a sua marca registrada no tempo em tantos momentos e tantos sons.

Sempre admirei sua letra bonita, parecia bordada... e ele gostava de me chamar de Russa (quando pequena eu tinha cabelo vermelho e sardas).
Esse é um "PS" que ele colocou na carta da minha mãe quando escreviam para mim aqui nos EUA.



Lembrancas que tenho marcantes:

- Voce foi quem me levou no Banco para ter meu primeiro talão de cheques.
- Carregou-me para o Hospital nas minhas crises de bronquite
- Deu-me dois dicionarios de Ingles do Michaellis quando entrei na Ericsson
como Secretaria-Bilingue
- Ensinou-nos a ser corretos, honestos, e a gostar do trabalho

Essa foi a ultima vez que o vi em 2002:




Foi minha irma quem cuidou de meu pai até o fim de sua vida.
Deixo para finalizar uma poesia que ela fez que retrata tao bem o AMOR que sentimos pelos pais quando ficam velhos, atraves do entendimento e aceitação.



UM REENCONTRO


Hoje, quando vi teu rosto
chamando-me, ao amanhecer,
entendi porque a Misteriosa Vida
colocou-nos lado a lado...
Parece não existir poesia
em nosso cotidiano
feito de tantas lutas,
de problemas corriqueiros,
mas quero dizer que te amo muito
mesmo que a dor da incompreensão
às vezes dilacere nossa alma...
Quero dizer que em teus lentos,
silenciosos passos,
em tuas palavras breves,objetivas
em teu mundo fechado
quase sempre tão difícil de entrar,
vou encontrando aos poucos,
minhas lembranças, meu presente,
minhas respostas..
Quero dizer que dia-após-dia
reconheço-me em teus traços,
e enxergo-me através de ti...
Quero dizer que amo a vida que me destes
e este sangue, correndo em minhas veias
e também, todos os pensamentos
que até hoje a mim dedicastes
e a tua presença em minha vida
que é sempre força,
mesmo invertendo-se os papéis.

Se hoje és criança,
aprendo contigo a paciência,
se hoje, dependes de ajuda,
aprendo contigo a proteger
se és hoje mais confuso e triste,
busco em mim alguma razão
para fazer-te alegre...

E mesmo errando tantas vezes
repetimos,juntos, dia-a-dia,
a lição do reencontro...

Envio-te um beijo, meu pai.


Maria Lúcia




Sua imagem e muito forte em nós, Pai!

Assistam esse video, uma linda homenagem aos PAIS!




Deus te abencoe Meu Pai!


Beijos saudosos


Maria Inês (Russa)






12 comentários:

Anônimo disse...

Minha amiga querida....

Tive meu pai por pouco tempo ao meu lado, e sinto tanta saudade...acho que não conseguiria colocar em palavras, o que foram os dois anos que estivemos juntos.
Teu relato me emocionou profundamente...enterneceu meu coração, me fez refletir sobre a vida e os seus sagrados segundos.
Lindo e emocionante do início ao fim...
Preciosos momentos..raros momentos os vividos com amor.
Beijo carinhoso
Bea

Zé Carlos disse...

Oi Mary, mande um beijão pro seu pai que está agora no céu intercedendo por todos vocês filhos e netos e um abração no Roque pelo seu dia.
Prá vc um beijo grande, Zé


PS: A foto agora apareceu legal...

BANDEIRAS disse...

Querida amiga,

Posso entender sua saudade, eu que também tenho a minha.
Um feliz dia dos pais, para todos nós.
bjs

Anônimo disse...

Linda homenagem moça linda
como é bom ter um pai
com certeza este nunca nos trai
Beijus no coração da amiga
angelica
uberaba
flog eu amo gente

Liz / Falando de tudo! disse...

Que lembranças lindas de seu pai, e essa homenagem cheia de sentimento e verdade.
Eu também nao corro o rsico de pensar no meu pai bebe, é estranho...
Apareça no meu cantinho!
Liz

Beatriz disse...

Belíssima homenagem, minha doce amiga, belíssima! Não só o teu texto que é de uma doçura que emociona até às lágrimas, como também o vídeo, essa música linda interpretada pelo Fábio Júnior, e o poema da tua irmã. Tudo perfeito, entrosado harmoniosamente, nos dando como presente a tua sensibilidade, o teu carinho e o teu amor, por essa pessoa tão importante em nossas vidas (o pai). Com certeza, de onde ele estiver, sentiu a doçura da tua homenagem, e se chorou ou sorriu, tenho certeza, foi de felicidade.

Grata minha linda, pela partilha de tuas lembranças.

Deixo-te flores e estrelas entrelaçando sorrisos na tua semana, um beijo no coração, e o desejo de horas lindas a enfeitar os teus dias.

Anônimo disse...

perdi omeu pai a trinta e sete anos e ainda hoje sinto tanta falta dele e dificil avancar na vida sem esta presenca tao querida beijinhos angelina

Daniela Mann disse...

Uma homenagem tocante que emociona.
Pai é pai!
Vim de férias e vou escrever um e.mail para você! ;)

Thalita disse...

Saudades..nem conheci meu pai..no céu sua ternura me toca e alcança todos os caminhos do meu coração.
Mesmo assim, de tanto amor que sinto, apenas guardo a eterna lembrança de ter brotado esta semente que sou eu..
O agradeço e o amo, sendo meu pai meu pensamento contínuo de herói e menino.

me deixou emocionada!!!! bjs

mateo disse...

Tu e o amor... inseparáveis. Desta vez... o de filha!
Beijo daqui.

Zé Carlos disse...

Hoje estou deixando a marquinha de Marília no Live Traffic Feed....
Beijos menina.... Zé

Marco disse...

Mary querida!

Grato pelas palavras... Mas fiquei na dúvida a qual texto se referia, pois vc comentou no post do dia 31 de Maio de 2007 (http://afontequenuncaseca.blogspot.com/2007/05/as-rosas-que-so-belas-os-espinhos-que.html).

Sobre a música de fundo em meu blog, tratava-se da faixa 2 "Cold Water" com Damien Rice & Lisa Hannigan da trilha sonora do filme "Closer" (que eu amo!). Beijos minha querida!

Ah! Já conferiu minha nova poesia "Mudo!"? Passe por lá e deixe um comentário! O endereço é: www.medioparaiba.com.br/inspiracoes