25 fevereiro 2010



EU QUERIA TANTO TE AMAR

NESSE MOMENTO




Eu queria te amar nesse momento
quando a luz do quarto se apagasse
e pudéssemos enxergar na penumbra
nossos vultos tremulos
desenhados na luz do silencio
que eu pudesse sentir suas mãos
em meu corpo
bordando carícias intermináveis
e beber na sua boca
aquele sumo do amor-desejo
movendo meus lábios
na ânsia continua
de um demorado beijo

Eu queria te amar nesse momento
que suas mãos pequenas e ternas
desnudassem meu corpo
e a cada peca, um enroscar de línguas
uma quentura de cio
seus cabelos em minhas mãos
presos em meus dedos
seus olhos pedintes fechando-se
por um momento
deixando-me beijar suas palavras mudas
e roçar meus lábios em seu rosto
e deixar fluir este amor de meus poros
como catarata de aguas doces

Eu queria te amar tanto nesse momento
quando as palavras nada conseguem dizer
mas o coração bate forte
e os sentidos se eletrizam
e os corpos se esfregam
e as mãos tocam, e os braços enlaçam
e substituindo a voz
ouve-se os suspiros, e os gemidos abafados
uma garra do querer-se até exaurir-se
quando tocam-se os sexos umidos
e as coxas se abrem permissivas
e há a urgência da invasão, do ataque,
do mover-se dos corpos
em movimentos sequenciais

Eu queria te amar em suave alumbramento
de olhos fechados, na febre desse silencio
aqui e agora, neste exato momento


Mary Fioratti


15 comentários:

Anita disse...

Querida, este é um dos poemas mais belos que já li!
Tanta ternura e envolvimento!
Muito muito lindo Mary :)

Um resto de boa semana!
Beijinho grande*

Adolfo Payés disse...

¨Hermoso cuando la poesía es todo en el sentir.. nace con amor la lectura..¨ Payés

Un abrazo
Saludos fraternos..

A.S. disse...

Querida Mary...

Belo! Intenso! Sensual!...
Cada palavra é uma doce caricia deslizando suavemente na pele...


Beijos... e saudades!!!
AL

Zé Carlos disse...

Maravilha menininha querida, hoje estou sorrindo, a sua visita e comentário no Blog me fez ganhar o dia.

Beijos enormes e parabéns por mais esta obra prima!!!!!!!

APO (Bem-Trapilho) disse...

muito obrigada por participar da votação do BT Club. O seu voto foi contabilizado.
adorei este poema.
e que tal é viver nos EUA? Calculo que se tenha adaptado bem, pois já aí está há muitos anos.
bjinhos e volte sempre!

BANDEIRAS disse...

Oi Mary ! que bom vc apareceu !!!

Querida, lindo é o amor, perfeito é quem ama, pq só quem ama, pode escrever palavras tão belas.

PS: vc está d++++++. Considero esta uma de tuas mais lindas poesias.

Parabéns amiga,

Bjs e fica c/ Deus

Ana disse...

Oi Mary, adorei seu blog, o que vc escreve, fotos, tudo, já me tornei sua seguidora.O meu ainda é pequeno e está apenas começando mas gostaria muito que vc participasse dele....http://ana-seguindoastrilhasdaalma.blogspot.com
super beijo
Ana

Zé Carlos disse...

Um ótimo domingo minha linda, só vc sabe o quanto desejo isso!!!!

Beijos do ZC

Sonia Pallone disse...

É com grande carinho que estou novamente aqui, para deixar que meu pensamento voe e meu coração se encante. Beijos minha doce Mary.

Zé Carlos disse...

Mary, vc me é uma menina tão querida que por isso enxergas nas postagens coisas que só vc vê.

Um lindo final de domingo meu anjo, e apareça quando puder, vc é MUITO bem-vinda.....

Beijão de Marília para ti..... ZC

EDUARDO POISL disse...

Estou feliz por ter completando as MIL postagem no blogger UMA PAGINA PARA DOIS e vim agradecer por você fazer parte dele com o seu carinho.

Abraços, te desejo uma linda semana

ZezinhoMota disse...

Mary.

Fico muito feliz pela tua visita e com as palavras com que me privilegias...

Não sou pessoa de me render ao destino e aos desvaríos da Sociedade onde vivo...

Não sei lá muito bem, que mesmo assim onde vou buscar esta força que brota do mais profundo do meu ser...

Acabei a 19 de dezembro último de fazer um tratamento de "radioterapia" durante 7 semanas diáriamente ao "câncer na próstata". Mais precisamente no IPO, no Porto e não imaginas como eu enfrentei mais este meu drama com um sorriso que nunca o perdi...

Naquelas longas filas, quantas vezes jovens mulheres com o lenço na cabeça (que não evitava de as ver carecas) e me diziam com lágrimas nos olhos que valia a pena ficarem á minha beira para me conhecerem como uma força da natureza...

Sabes minha amiga! Tanta maldade neste mundo, tantos "preconceitos" encontrados e num momento para o outro lá se vai toda a beleza e ficamos enterrados num charco e nunca mais de lá saímos...

Minha mãezinha, a quem eu agradeço eternamente (tudo faço por ela que prestes a fazer 88 anos está num lar) jamais lhe pagarei o bem que me fez...Ensinou-me a ter esta força da natureza...

Boa semana..

Bjnhs

ZezinhoMota

"A Poesia do Zezinho - http://zezinhomota.blogspot.com"

EDUARDO POISL disse...

É muito bom receber um comentário teu e ver teu sorriso na tua foto, teu sorriso transmite alegria em viver, felicidade, carinho e sinceridade.
Obrigado por ser minha amiga.

Abraços com carinho

tulipa disse...

Olá Mary

Você está doente em casa...
Everything hurts!
Que se passa?

O seu poema é tão, tão belo.
O seu cantinho é um lugar bastante expressivo repleto de sensibilidade, qualidade e beleza. Continue assim, está óptimo!

Beijos.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Mary,

Quando a alma faz poesia, não tem jeito...

Lindo, lindo!

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-