19 julho 2010



SIMPLESMENTE JOÃO




Conheci o João há uns 5 anos atrás, acredito. Umas dessas aterrisadas no net, que a gente aterrisa e fica para sempre. Na epoca eu o conheci através de minha amiga querida

EDNA FEITOSA



Fiquei simplesmente fascinada por suas obras, pelo seu site. Tanta diversificação, e tanta profundidade!
Tanto sentimento, e tanta inteligência!
Quem vai no site do João, fica assim de boca aberta com suas maravilhosas criações E alem de tudo, ele ainda é poeta.
Suas poesias falam tanto comigo!

João é João..como explica-lo? Para entende-lo, somente indo em seu site, e vendo tudo aquilo que ele faz. Tudo associado a musica, tudo com extrema sensibilidade.


1 - Quem é João?


Sou uma pessoa simples, não tenho muitas vaidades.
Nasci em Curitiba PR, minha familia morou um ano lá e lá nasci, mas nada conheci porque logo fomos para Campo Grande MS, onde ficamos até os meus 10 anos, para depois virmos para Vilhena em Rondônia.
Tenho uma irmã um ano mais velha e um irmão três anos mais novo. Mas sempre tivemos pouco contato, quis a vida que divergíssemos muito na forma de ver o mundo e isso nos afastou. Minha mãe faleceu em 92 com problemas no coração e meu pai é chaveiro e vive em Campo Grande MS com meu irmão.
--------------------------------------------------------------------------------
2) como começou sua arte?

Tive uma mãe que me estimulava e valorizava meus rabiscos esquisitos. Lembro que meus desenhos de casinhas tinham sempre túneis embaixo dos tapetes. Ela dizia "os desenhos dele têm sempre que ser explicados".



Então... sobre a arte, depois do estímulo de minha mãe, sempre fui autodidata, nunca fui a uma escola de arte. Meus grafites são uma técnica que eu mesmo desenvolvi experimentando e vendo resultados. Aos 26 anos, já casado, com grande dificuldade saí de Vilhena por conta própria e fui a Campo Grande para estudar arquitetura. Não foi fácil, tinha que trabalhar de dia para estudar à noite, faculdade particular, cara... no primeiro ano todo, dormia 2 horas por noite para conseguir pagar as contas. Mas eu pensava: "Tem gente que planta milho, é fácil e colhe-se rápido, mas tem que plantar todos os anos. eu estou plantando café, demora 5 anos, mas colherei a vida toda."

--------------------------------------------------------------------------------

----------------------------------------------------------------------------------


3) como é sua inspiração?


Acho que tenho que dividir aqui as respostas:
Na arquitetura, o resultado dos meus trabalhos é a fusão do exequível com as necessidades e poder aquisitivo do cliente com normas e legislação e minha experiência em interpretar o agradável para o ser humano.

Nas gravuras, são como argila que posso torcer e retorcer, criar cores e transparências, brilhos e reflexos até que julgo ser merecedora de existir, com carga de alguma mensagem sensorial ao observador.

Nos poemas, são fruto de reflexões antigas incrustadas em algum canto de mim, que surgem quando as palavras convergem num resultado agradável, que julgo merecer ser mostrado não só pelo resultado agradável.
--------------------------------------------------------------------------------

4 - Como poeta, existem algumas poesias minhas que sao meio "filhas"...
Diga qual o seu trabalho preferido (ou o que lhe diz mais) na arquitetura, gravura, e poema.


Os poemas são todos parte de mim, são poucos, mas se os leio hoje cada um deles, são como se fossem escritos hoje. Alguns eu até considero mais, pelo conteúdo, como

MUNDO EM CORDEL


SABER QUERER


CONTAS


EQUILIBRIO




As gravuras, se estivessem todas dispostas nas paredes de um edíficio, ele começasse a pegar fogo e eu pudesse pegar apenas três, acho que pegaria:

RELICARIO


AMPULHETA


PERSIAN VIOLIN


------------------------------------------------------------------------------

5 - Voce tem o primeiro trabalho que fez?

Não tenho... na juventude pintei muito a óleo, mas não ficaram comigo. Desenhava em guardanapos de papel em bares e sempre tinha alguém que os queria... e como nunca tive, como não tenho a pretensão de serem grande coisa, nunca me preocupei em retê-las. Aliás, acho que se fizer e guardar para mim, é como se não tivesse feito.
--------------------------------------------------------------------------------
6) Como Deus está ligado ao seus trabalhos?

Meus trabalhos podem estar ligados a Deus através de uma humilde pretensão criadora, como resultado do Seu imenso poder que em mim pode ter salpicado uma ínfima pitada.
--------------------------------------------------------------------------------

7) como voce ve a vida?

Gosto de pensar que cada ser humano deve dizer a que veio; acho que os que só usufruem do mundo são equivocados e não encontram a realização.
Penso que a função da vida de cada um é a de justamente contribuir para a evolução do mundo. Cada um vem e cumpre o seu papel. Deixa um legado, uma invenção, um bom exemplo ou um mau exemplo. Mesmo os que nada fazem deixam um exemplo de não se fazer. Parece cruel, mas até os que morrem em acidentes, estão contribuindo para futuros acidentes serem evitados. E o mundo vai crescendo, vai evoluindo, doenças vão sendo curadas, idéias vão surgindo, outras sucumbindo, mas sempre se resulta algo melhor. Tentei resumir isso no poema "Mundo em Cordel"
--------------------------------------------------------------------------------
8) Como a musica esta ligada ao que voce faz?

Acho que de outras formas, as gravuras, os poemas, os projetos, buscam propor o que a música propõe; uma mensagem diretamente para o espírito de quem observa. Nas gravuras, até me atrevo a colocar uma música de fundo em cada uma delas, para aumentar a percepção sensorial do observador.
Tenho um texto que explica um pouco melhor isso:

DE ONDE VEM PARA ONDE VÃO


--------------------------------------------------------------------------------

9) O que voce teria para passar de importante a quem ler essa entrevista?

Que todas as tentativas devem ser feitas, que tudo o que estiver ao seu alcance deve ser desenvolvido e entregue ao mundo e só ele, com o passar de muito tempo, poderá julgar o que vai ou não usar da sua contribuição. Esta é a paga pelos anos de vida que recebemos.
--------------------------------------------------------------------------------




PING PONG FINAL:


UMA LEMBRANCA MARCANTE
Lembro de tanto e nada deixou de marcar. Quase não olho para trás e as marcas vão se fundindo... tantas lembranças e nenhuma salta!

UMA ALEGRIA
Viver, pensar... "tristeza não existe, porque existir já é alegria."

UM ARREPENDIMENTO
Dormir, não durmo muito, mas sempre me arrependo.

UMA MANIA
Tomar tereré

UMA FLOR
Amanda, minha mulher

UM AMIGO
Herbert, meu filho, meu companheiro


Amanda sua esposa e Herbert seu filho


UMA MUSICA
Enigma - Goodbye Milky Way

UM PRATO PREFERIDO
Bife à milanesa

UM DOCE PREDILETO
Mousse de cupuaçu

UM LIVRO MARCANTE
Dom Quixote de Cervantes

UM FILME INESQUECIVEL
A Lista de Schindler

UMA TRISTEZA
O pouco que o homem se dispõe contribuir

UM VICIO
água

UMA SAUDADE
Minha mãe





Conhecer o João é um privilegio.

E aqui vou colocar a poesia dele que mais gosto:

NÃO, MEU AMIGO



Agora é a sua vez, meu leitor! De uma chegadinha no site do João:



ESCULTURAS VIRTUAIS



Alem de Gravuras, Poemas, Fotografias, Fotografites, Estereoscopia, em cada lugar que você visita, há uma musica e um pedaço de sonho.

Parem para ler e entender a beleza da Estereoscopia:



Minhas Fotografias preferidas:



OLHOS


MENINO



"Anda menino, anda...
Um dia eu vou andar"



Mary Fioratti

3 comentários:

Anita disse...

Querida, também fiquei apaixonada pelo site do João!
Tantas expressões, sentimentos, cores...fabulosos trabalhos!

Gostei também muito dos poemas com as imagens!

Obrigada pela partilha e parabéns ao João :)

Beijinhos grandes*

Edna Feitosa disse...

Mary, mirmã querida!
Estou diante de duas pessoas que fizeram (e fazem) diferença em minha vida: VOCÊ (Putz, menina! que entrevistadora vc é! Marília gabriela que se cuide!) e o nosso Joãozinho. Tenho uma foto dele na Ciranda das crianças. Lembra que bebê mais lindo no mundo? E esse praguinha continua lindo e cada vez mais talentoso! Li tudo, me emocionei, chorei (hiiiii....ando derretida!!!!).
Mas é isso aí (ai!....suspiro...rs).
Parabéns aos dois! Vcs são, acima de tudo: GENTE DEMAIS DA CONTA!
Com amor da fã,
Edna

PS- Linda a Amanda e o filho do Joãozinho, né mesmo, Mary?
E vc tb tá bonita pra dedéu, minha amiga!
(...Bom são 6.20h e ainda tá meio escuro...darveiz eu num tô veno direito, né? rsrsrsr)

PS2- Beijos proceis dois!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Mary,

Que bela homenagem. Li seu post e fui conferir o site do João, quanta coisa linda e criativa. Esse tipo de dom só pode ser divino, porque os grafites e as gravuras são dignos de aplausos. É, menina linda, essa forma de carinho só saindo mesmo de ti, sinto sua emergência quando algo te deixa feliz ou quando alguém transborda sua admiração.

Sobre a criatura lá, não tem jeito, nós somos espoletados mesmo...ahahahaha. Sério, não tem como ficar calada e não mostrar quem seja a pessoa. E se isso for ibope, que seja, mas eu não gostaria de ser exaltada dessa forma no blog dos outros.

Outra coisa, você é linda, sabia? Não é todo mundo que demonstra afeto com tanto dengo. Todos que por aqui passam, levam um pouco da sua alegria dentro do peito.

Beijo bem grandão, menina linda do meu coração.

Rebeca

-