29 outubro 2008


OS MOMENTOS DE AMOR



Sou uma romântica incorrigível. Minha vida é descrever sentimentos, e o que me frustra é que nunca saem na precisão que vem da minha alma. Nunca saem exatamente do jeito que quero que sejam descritos.
O momento do amor é precioso. Indescritível. Como traduzir os espasmos da alma unidos ao corpo? Como descrever a expectativa, o torpor?
Quando os olhos se cruzam numa identificação absoluta de silencio? Quando as mãos se tocam descobrindo na pele a emoção do arrepio?
A entrega total e irrestrita dos sentidos.
Nessa hora, somos vulneráveis e indefesos.
E é quando emerge a nossa verdadeira essência.
Nesse momento nao há competicoes. Mas gestos de igualdade.
Nao há comparações. Apenas aprendizado.
O mais importante aprendizado que é adquirido pelo livro escrito com as letras do coração, lido sentido e apalpado com os olhos da alma.




À MEIA LUZ


Ah! esse seu olhar
por entre as cobertas
esses farois
que queimam os meus olhos
no escuro do quarto...
A paisagem de seus cabelos
no travesseiro
e suas mãos assim largadas
vulneráveis ao toque



Ah! esse seu olhar
que me faz pedidos mudos
olhando meu corpo meio descoberto
seu corpo que se move
lânguido e pedinte
de encontro ao meu




Ah! esse seu toque
tão familiar, e tão desconhecido
que causa arrepios constantes
em minha pele nua
que procura em meus sentidos
os prazeres nao ditos
que adivinha meus pedidos
insinuando em meu ouvido
sua lingua morna...



Ah! esse seu cheiro
de sabonete depois do banho
sua boca com o gosto perfeito
suas pernas que se encaixam
tão perfeitamente
nas minhas...



Ah! esse momento
meio real, meio etéreo
quando beijamos nossas bocas
de olhos fechados
mostrando nas pupilas da alma
o desejo escancarado



Ah! essa metade meio menino
meio carente
frágil e agressivo
quando me seduz
esmaga-me em seus bracos
enchendo-me de desejos
à meia luz




Mary Fioratti

13 comentários:

Zé Carlos disse...

Realmente vc é uma romântica incorrigivel, e por isso é que vc é amada tanto por todos nós seus amigos......
Beijão do Zé

meus instantes e momentos disse...

vim conhecer teu blog. Tudo muito bonito aqui. Tem blogs, que basta a gente bater os olhos e se identificar. O teu foi um. Gostei daqui.
Tenha um belo final de semana.
Vai virar mania voltar aqui.
Maurizio

bruno mateo disse...

Minha vida é descrever sentimentos, e o que me frustra é que nunca saem na precisão que vem da minha alma. Nunca saem exatamente do jeito que quero que sejam descritos.
O momento do amor é precioso.


Será por ser tão precioso que o momento de amar nunca é possível descrevê-lo do jeito que se quer?
Beijo.

tulipa disse...

Estou de acordo com o romantismo, apenas não tenho quem me ame.

Que o silêncio me embale, nesta noite em que falta o abraço quente de um amigo...
Enrodilho-me nas asas do meu anjo invisível.
- Anjo, cantas-me uma canção?

Beijos e abraços.

Kafé Roceiro disse...

Tô bobão! tá tudo mais lindo do que nunca por aqui hoje! Tudo "mui caliente"!
Beleza, gosto muito quando passas por lá!

Um abração e obrigado pelo selo.

ALF disse...

Mary, tu é um anjo.
Claro que tu é um ser romântico e extremamente sensível. Por isso gosto tanto de ti. Tanto que não dá pra contar.

Ler teus escritos faz um bem tão grande. É como o amor me envolvendo com uma doçura sem igual. Então a gente sente, se encanta e flutua. Nas tuas palavras a gente é tocado pela pura essência da felicidade.

És uma amiga que amo muito.
E me enternece muito em saber que sempre poderei contar contigo. E no momento que tiver algo feliz pra te contar, não esquecerei d vir aqui te deixar a par. Sei o quanto se preocupas comigo.
MEsmo tão longe, te sinto tão perto. Adoro teu carinho viu.

Mary, se cuida tá. Uma linda semana pra ti.
;)
Beijocas

ps: tem o inicio de uma historinha linda lá no blog. Vai lá conferir. Kiss

Amaral disse...

Ah, este amor!...
Ah, quanto amor venho aqui encontrar, quanto desejo de bem-estar, quanta alegria de ser!...
São estes momentos de amor que despertam as nossas energias adormecidas, são estas carícias que nos fazem sentir vivas para a vida!...
É bom reencontrar a tua força embrulhada neste amor de seda pura...

BANDEIRAS disse...

Amar é muito bom minha linda amiga, mas precisa ser correspondido, sorte sua que o seu é. Falas tanto desse amor que dá vontade de senti-lo assim: do jeitinho que vc descreve...
Obrigada pela visita,
Um grande beijo.

Voodoo disse...

Querida amiga Mary,

Somente um pequeno trecho da música
sentimental demais.

"Sentimental eu sou, eu sou demais
eu sei que sou assim, porque assim ele me faz
As músicas que eu vivo a cantar tem um sabor igual
por isso é que se diz como ela é sentimental
Romântica é sonhar que eu sonho assim..."

Deu curiosidade, mee too, mudaria apenas os pronomes.
bjs

Paradoxos disse...

ate fico romantico so de ler estas pérolas tuas :-)

um beijão amorosamente com amizade e estima!

sagher disse...

um texto lucido, poemas de momentos em que o sonho nos transporta.
bonito blog, se soubesse linkar fazia-o assim peço-lhe para me linkar, nomeu blog acho que tem essa possibidade.

Paradoxos disse...

muito grato - muito grato mesmo pelo carinho amiga Mary - poucas são as pessoas que entendem as minhas palavras e conseguem delas decifrar o sentido e a direcção - assim como tão bem fazes.


obrigado pela tua presença sempre constante e atenta



beijão infinitamente

☆Fanny☆ disse...

Querida Mary!!!
Posso juntar-me ao teu clube das "românticas incorrígiveis?" risos...

Eu sou em demasia, minha amiga! E por ser assim, sofro muito! Porque nem todos podem ser assim como eu. Homens então...nem se fala. Raros são aqueles que comungam do mesmo romantismo!

Os meus poemas falam de amor...há quem já tenha dito para eu variar o tema, mas AMOR é tudo para mim!

Um beijinho*

Fanny