10 outubro 2008



NESSA MANHÃ




Nessa manhã eu pensei
em um verso de amor
Ele veio do meu coração
transformou-se em pensamento puro
moldou-se em minhas mãos
Parei na primeira estrofe
e contemplei seu rosto
na tela do meu pensamento

Nessa manhã eu pensei
em uma frase de efeito
que deixasse voce sem jeito
um arremedo de desejo
um olhar de gata manhosa
uma frase forte, apaixonada
E somente vi seu rosto, e mais nada

Nessa manhã eu pensei
em lhe entregar versos de amor
aqueles puros, imaculados
que bordam no céu do pensamento
como estrelas no firmamento
concentrei-me em minha inspiração
E só consegui ouvir meu coração

Nessa manhã eu acordei
com aquela saudade latente
da sua voz tao presente
que faz parte dos meus dias
Espreguiçei-me em meu pensamento
e como uma borboleta esvoaçante
transformei-me em poesia


Mary Fioratti


7 comentários:

Voodoo disse...

Querida amiga Mary,

Gostaria de poder fazer poesia assim que começasse no coração, tomasse todo o corpo e em uma borboleta se transformase, como se fora uma flor, alada do meu amor.
bjs

BANDEIRAS disse...

Amada amiga
Como é lindo teus versos.
É gostoso a gente acordar assim, amando, a vida torna-se mais colorida. O amor é verdadeiramente o nosso maior combustível. Seria ele a nossa pílula da felicidade ?
Grande beijo e bom Domingo prá ti.

☆Fanny☆ disse...

Que maravilha de versos! Senti-me VOAR, com muita ternura...

Saudade, o título do poema que está agora no meu blogue, deixo-te os últimos versos:

"Pudesse eu acordar deste infindo tormento,
amanhecer no oásis do poema que invento,
abrir os braços... voar até ti, secretamente!"


Um beijinho esvoaçante de carinho*

Fanny

Paradoxos disse...

Poesia pura!!

BANDEIRAS disse...

Cá estou novamente a reler tuas poesias.
Bjs e bom inicio de semana
Love You

ALF disse...

Tão sensível. Tão doce.
Palavras que refletem a sua alma tão gigante.

Mary, como esses teus poemas me fazem pensar. É tão inspirador ler tuas palavras tão cheias de amor...

Me faz um pouco mais feliz.
:)

Minha amiga.
Um grande beijo e boa semana.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Encontrei você no blog do meu querido amigo Zé.
Suas poesias são leves, como deveria ser a vida. Ameiiiiiiiii!