29 junho 2009



MINHA VIAGEM DE AMOR



Minha viagem de amor
sempre começa
em seus cabelos macios
mergulho minhas mãos
sentindo a raiz
da sua existência
gosto quando você
fecha os olhos devagarinho
e se aprofunda com alma
nesse meu gesto
e entrega-se todo
a esse momento

Minha viagem de amor
sempre se detém
primeiro em seu rosto
onde quero cuidadosamente
eternizar seus traços
em minha mente
desse seu abandonar
por completo seus sentidos
nessa minha quase ingenua carícia
quando nossas bocas se procuram
e nossas línguas se encontram
em uma dança de delicias

Minha viagem de amor
não tem caminho certo
ela se embrenha
pelo meu mais puro sentir
toma conta de minhas mãos
minha boca e meu coração
para o destino certo
gosto de fitar seu rosto
de olhos fechados
com seus lábios ávidos por um beijo
penetrar em seus sonhos masculinos
com minha mente de mulher

Minha viagem de amor
tem paradas obrigatórias
dirigidas pelos nossos sons
onde matamos nossa sede
com nossos gestos
e encontramos nossas almas
pelo mover de nossas mãos
e finaliza quando seu abraço
apertado e sentido
esmagam meus seios
contra seu peito
fazendo-me sentir seu coração

Mary Fioratti

14 comentários:

sam rock disse...

Noraboa por esa viaxe tan leda e libre as profundidades dos sentidos.

Unha aperta

Léo disse...

"Penetrar em seus sonhos masculinos com minha mente de mulher"

Aqui fica exposto o intenso desejo da mulher ao qual muitas teimam em não reconhecer tal chama saudável que hábita no coração. É tão lindo ver estes sentimentos FORTES da mulher.

"Quando seu braço apertado e sentido esmagam meus seios contra seu peito fazendo-me sentir teu coração"

Aqui eu vejo duas coisas. A primeira é novamente os sentimentos fortes dando a nós leitores o sabor visual da descrição exata do que se passa. A segunda é o sentimento feminista enraizado em palavras como Seios (Feminino - Respeitoso) e peito (Masculino - No popular mesmo).

Adorei o texto.

Adoro textos feito por pessoas normais, que fazem versos com propriedade e sentimentos.
Odeio versos de razão e conhecimento, como o de autores famosos.

Direto do Rio.
Beijos.

Retalhos de Amor disse...

Mary... Tuas mãos aspergem
o imo do eu... NÓS!!!
E eu, agradeço a partilha
agradeço teu eu nos dizendo
tanto!!!
Amocê, Mary Ternura!!!

Beijos muitos...
No coração!!!
Iza

Sonia Schmorantz disse...

Lindíssimo,amei ler!
beijo

Denise disse...

Viagem de amor.
Viajei........nas mãos e nos sentimentos.

afagos

Denise

Alda do Crítica... disse...

Eu desiste da viagem de amor, nem sei se o amor existe, só conheço a paixão, acreditas?

Venho te convidar para entrar na luta contra a pedofilia, estou em guerra no Brasil. Ontem foi a filha de alguém amanhã pode ser a sua a minha.

Beijo grande
Alda

Wilma disse...

Que viagem, heim?!! lindo tema e lindo poema. Obrigáda por seu comentário e por suas palavras.

Andresa disse...

Receba do meu blog um admiração:

Selo : Seu blog é Fera

Envio com muito carinho

Bjs
Andresa

http://coisinhasdebibiba.blogspot.com

http://i708.photobucket.com/albums/ww84/coisinhasdebibiba/SRsfhfJjATykLXbMRily.gif

ParadoXos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ParadoXos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zé Carlos disse...

Que delícia, menina querida, você sabe enfeitiçar, bruxa do bem !!! rsrsrs

Um beijão do seu amigo Zé

Sonia Pallone disse...

Sob o efeito dessa música que me recebe fazendo carícias na alma, deixo aqui meu registro e saio maravilhada com suas letras sempre tão intensas e soberanas no jeito de emocionar...Beijo grande querida amiga.

BANDEIRAS disse...

Ai que coisa gostosa !!

Belo post.

Bjs amiga.

ellen disse...

Olá Mary,
bonito poema de amor! Gostei muito.

acompanhe a sua leitura com
com um MimO de Suspiros para si no meu Blog "os meus miminhos" :)

Beijinho