13 maio 2010


A ROUPA DA ALMA




quantas vezes pensamos
em desistir
no meio do caminho
com subidas íngremes
com descidas violentas
que nos tiram o ar?



quantas vezes sentimos
que a luta é em vão
o olhar não compreendeu
os ouvidos não ouviram
palavras de conforto
o abraço não foi dado
o beijo foi esquecido
perdeu-se na distancia
o vulto amado


quantas vezes a porta
não se abriu
o sol não brilhou
a luz não se apagou
e ficou aquele gosto
tão amargo na boca
e aquela sensação
de estar de ressaca
sem ao menos ter bebido?



quantas vezes o desanimo
tomou conta do corpo
e não houve condições
de dar mais um passo?
dias assim
nos fazem quase desistir
mas na verdade
são eles que nos ensinam
a lutar e a acreditar


eles são sementes
que plantadas na terra
do desacreditar
nascem flores coloridas
para enfeitar
nosso sonhar


se hoje você se sente
como se tivesse perdido
sua identidade
como se tudo no mundo
estivesse desabando
por favor...ACREDITE!


amanhã será um novo dia
O sol nascerá brilhante
aquecendo o seu corpo
e neste mesmo céu
a lua prateada vai brilhar



mas isso
somente acontecerá
se você vestir a alma
com aquela roupa nova
e ACREDITAR!



Mary Fioratti

22 comentários:

Dora Regina disse...

Eu amei a poesia e as imagens, estão numa perfeita sintonia.
Deixo meu abraço desejando um ótimo dia!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Realmente, a descrença na maioria das vezes transporta a pessoa ao mundo dos derrotados e esquecidos.

Belo poema, verdadeiro e bastante profundo.

Beijos e ótimo final de semana pra ti e para os teus.

Furtado.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Mari, me poquei de rir com seus comentários. A história da pizza é verdadeira e eu tiro onda com isso até hoje. Diz ela que foi charme mesmo... diz ela, né.

Rebeca faz a mesma coisa, fala que nunca mais quer ouvir minha voz, e no minuto seguinte já está me ligando. Ás vezes demora um pouco, mas quando passa da hora, quem liga sou eu... mas tudo se resolve.

---------------------------

Texto de reflexão pura. É muito difícil vestir a alma de novo quando a pele do corpo já não tem a esperança devida. Temos sempre que ter um belo de um empurrão.

Mari, agradeço os parabéns.

até mais.

Jota Cê

mixtu disse...

como fico contente por saber que tambem tu sabes que a alma tem uma roupa...
por vexzes transparente...
abrazo serrano de um passaro que está apaixonado... e eu que dormia seguido...
jajaja

Pé de Salsa disse...

Amiga,

ACREDITAR!!!

Belíssimo este poema.
É de uma objectividade deliciosa.

PARABÉNS.

Um beijo da
Pé de Salsa

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Mary, digamos que sou mais organizado que ela. Por incrível que parece, o rabugento sou eu. E ganho vários elogios carinhosos por conta disso.

Quanto ao lado da cama, já é uma coisa automática. Mas a coberta, a coberta é a vilã das noites frias, e quem se ferra sou eu.

Uma boa ideia essa de ter um pra cada um. Mas do jeito que ela é, é capaz de pegar o meu pensando que é o dela. Dose, viu!

até mais.

Jota Cê

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Coisas assim me deixam leve...

Singela inspiração:

http://www.flickr.com/photos/chuazinha/sets/72157622436693602/show/with/3946811028/

Que seu começo de semana seja de luz, menina linda.

Rebeca

-

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Mary,

Deu pra ver a foto, viu? Olha, estou reformando meu apartamento todo e esses dias estou no meu irmão. E hoje, quando cheguei aqui e abri os comentários, o primeiro que vi foi o seu. Minha cunhada estava perto de mim bem na hora que abri a foto pra ver, sabe o que ela dise: "Beca, esse casal transmite tanto amor, né?". Acredita? Aí fui contar que adoro você e todas as histórias que seu amor representa. E pode ter certeza, menina linda, vocês transmitem luz.

Beijo do tamanho do meu carinho.

Rebeca

-

Anita disse...

Tens toda a razão!
Esses momentos custam a passar, mas a longo prazo fazem forte o nosso coração :)

Um beijinho*

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Mary,

É tão bom quando podemos relembrar coisas engraçadas nessa vida. Parece que tudo fica renovado em cada sorriso puxado de alegria. Conviver é isso, é essa troca de briguinhas e alegrias que apimentam e nunca destroem. E fiquei rindo com o Jota Cê da resposta do Roque...kkkkkkkk... Ele é um barato, aliás, você dois.

Adoro e adoro e adoro, essa menina linda.

Beijo bem grandão.

Rebeca

-

orvalho do ceu disse...

Olá,
Vc nem pode imaginar com me fez bem ler e apreciar seu post!
Até enviei a outro amigo. Lindo!
Inclusive, fui hoje pra aula de dança justamente como ilustra o desenho qeu vc colocou... pra relaxar... e deu certo, estava cansada demais de tanto escrever.
Preciosa a sua postagem, tudo bem combinando comigo no dia de hoje. Obrigada...
Bj no seu coração

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Sabe quando um comentário é digno de um post? Pois foi o seu, affff! Arrepiei, fiquei emocionada e, tem mais, as suas emoções foram no fluxo da verdade, nessa vontade desgovernada de se fazer sentir. E senti, mas tanto, tanto, tanto, que o tocar da minha admiração por ti ficou aglomerado. E esse talento que nascemos só é aplaudido por outros olhos, quando a sintonia bate. E você, menina linda, bateu de frente com a nossa estrutura, porque faz das suas palavras algo forte e acolhedor. Seu jeito sempre arranca de nós o melhor sentimento, mesmo quando os momentos são briguentos e birrentos. Seu casamento, Mary, é espelho refletido pra quem passa a ler sua história. Espontaneidade é seu nome, mulher de fibra é seu sobrenome e o endereço da sua felicidade está na leveza dessa sua essência.

Vem aqui, me dá aquele abraçooooooo....

Beijo imenso, menina linda que adoro.

Rebeca

-

Rebeca e JotaCe disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Mary,

Você é show, show, show, mas não é de bola, não. É show de humanidade, é show de intensidade, é esse seu show. Porque seus sentimentos são sempre na bandeja, ali, oferecidos para aqueles que conseguem conquistar seu coração. Li o "arrebenta" da sua avó, acho que vou fazer o mesmo com Jota Cê, será que ele me dá as contas? ahahahahahha. Quando estou brigando com Jota Cê, falo bem mais, mas quando estamos na vida boa de sempre, quem fala mais é ele e eu fico só beijando todas as palavras.

Ô menina "preu" adorar...

... essa Mary!

=]

Beijo bem grandão, menina linda.

Rebeca

-

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Esses são desenhos de crianças, onde o professor koreano Yeonddo Jung, clicou tentando reproduzir todos os detalhes. O cara conserva, até mesmo, as proporções das pernas e cabeças dos personagens.

Adorei, achei super criativo, espero que goste:

http://www.yeondoojung.com/artworks_view_wonderland.php?no=88

Maravilhoso final de semana, menina linda.

Rebeca

-

Dethe Marthan disse...

Nossa amada, essa que a alma tem uma roupa, interessantíssimo!!!Algumas vezes transparente...jóia mesmo!
Amei seu blog e já sou seguidora..aguardo sua visitinha e será um prazer tê-la por lá! Beijis

http://www.flormorennah.blogspot.com
http://www.kozinhadaflor.blogspot.com

Daia disse...

Belo post. Acreditar na vida é fundamental.
Tudo de bom para você!
Beijo!

MEUS POEMAS disse...

Olá minha querida Mary, que lindo está seu espaço!
Bjs pra vc com muitas saudades!
Gena

tulipa disse...

A poucos minutos de terminar este domingo - 30 de Maio vim visitar o seu cantinho.
ADOREI a poesia e as imagens, estão numa perfeita sintonia.
Parabéns!!!

Venha ver o meu último post sobre a música "Baby think twice" de Celine Dion, acompanhado de uma foto de minha autoria.
Beijos.
Boa semana para si.

Angela Guedes disse...

Oi Mary!!!
PERFEITO SEU POEMA.
QUE VOCÊ SÓ CONSIGA VER E PERCEBER AS COISAS LINDAS QUE A VIDA PODE LHE OFERECER.
TENHA UMA LINDA E ABENÇOADA SEMANA.
BEIJINHOS
Ângela Guedes

DE-PROPOSITO disse...

Quantas vezes nos interrogamos sobre tantas coisas.
----------
Felicidades.
Manuel