04 maio 2010



S O U



Sou diversificada, as vezes sou nada. Sou chocolate amargo,mas doce para a vida. Sou multidão, mas também solidão Sou riso alto, e choros escondidos. Sou amiga, até o fundinho. Sou divertida. Sou café puro sem açúcar mas doce para a vida. Sou dietética aos extremos, mas tenho minhas ressacas. Sou maquina fotográfica em punho. Sou antagonica: quero e não quero. Sou caneta e papel pronta pra poesia. Sou inquieta, ansiosa, sou destemida, fingindo não ter medo. Sou mulher carinhosa, gata manhosa.
Sou musica, dia e noite, noite e dia. Sou cantora (uma das melhores) dentro do meu carro. Sou insegura, mas finjo-me de forte. Sou pura vida, não gosto da morte. Sou chocolate a qualquer hora (como escondido e não reparto). Sou copo de vinho, tinto ou seco, não importa. Sou indecisa, e decidida. Sou colonia cherry blosson, calca fuso, sandália de dedinho. Sou chiclete de fruta, coca-cola diet sem gelo. Sou pizza com salada. Sou laranja e manga. Sou diversos shampoos por semana. Sou mulher de qualquer marca de roupa. Sou direta e assertiva. Sou calada quando ferida. Sou praia, areia e mar. Sou observadora coleciono momentos. Sou escandalosa e sou eu mesma. Sou exercício físico, mas tenho minhas recaídas Sou salada de qualquer tipo. Sou pe no chao, sentimentos descalços Sou chorona, mesmo com Zoloft. Sou chata, e cheia de manias. Sou complicada, mas também sei ser fácil. Sou coração mole.
Sou reflexiva, mas ajo de sopetão. Sou flores e plantas. Sou cozinheira dedicada. Sou pipoca com queijo. Sou abraços para todo lado.
Sou lerda e esqueço tudo. Sou creme no corpo. Sou mãe exagerada. Sou banho-mania. Sou pão com manteiga e café com leite. Sou manhã feliz, de reencontros. Sou noite eterna. Sou intempestiva, arrependida. Sou sofrida, carente de mim. Sou sangue quente correndo nas veias, sou choro partidos, abraço sofrido. Sou presa em minhas teias, sou grito de dor, gargalhada de alegria. Sou criança, repartida em pedaços Sou coração a pulsar, entre sonho e realidade. Sou princesa na carruagem, olhos a sonhar. Sou perdida na paisagem, Sou coração verdadeiro, emoção por inteiro. Sou canção sem um fim.

Ja fui:

CAPA DE PLAYBOY

























MULHER DO BRAD PITT


















E essas fotos, claro sao montagens ... Sou palhaça! Sou pura Vida!


Mary Fioratti

Esta brincadeira me foi passada pela minha amadinha Rebeca, aquela do JotaCê!(amo esses dois!). E a brincadeira foi baseada num texto da Martha Medeiros. Topei e adorei! Desafio a todos os meus leitores a fazer um, e me chamem para ver, ta bom?

Blog da Rebeca e do JotaCê:

  • NECTAR DA FLOR






  • 11 comentários:

    ~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

    Aff que amei o seu "eu sou". Você encharcou tudo com essa sua essência avassaladora e ao mesmo tempo espontânea. Mostrou o lado mulher, mãe, amiga e humano, mostrando o profundo seduzido e bolinado. Adorei a parte da picoca com queijo, como faz, hein?? Mary do céu, no meu Ceará não tem disso não...ahahahaha. Sabe, é desse jeito que aumentamos os pedaços feitos como quebra-cabeça na memória. Admiro demais essa menina linda, onde sua felicidade contagia.

    Beijo bem grandão, Mary do meu coração.

    Rebeca

    -

    CESAR CRUZ disse...

    Excelente auto-avaliação, humor e acidez! Adorei vc na capa daquela revista, com todo o respeito!

    bjão!
    Cesar

    Anita disse...

    Tudo a ver contigo minha amiga, gostei muito de ler :)

    Um beijinho grande*

    Rosemildo Sales Furtado disse...

    Olá amiga! Passando para retribuir a visita e apresentar minhas desculpas pela minha ausência. Infelizmente, motivos alheios à minha vontade me forçaram a isso. É que perdi uma parte viva da minha história, mas a vida continua. Espero mais uma vez, contar com a sua valiosa compreensão.

    Abraços e fique com DEUS.

    Furtado.

    Anônimo disse...

    Ola Mary,
    Gosto muito de teu blog, tu me passas muita vida. Es alegre, colorida. Da para perceber o quanto amas a vida. Achei bonito o jeito que es. Tu es bonita por dentro e por fora.
    Parabens pelo teu blog, passo todos os dias aqui, acho que ja li teu blog inteirinho. Gosto como escreves e tambem de tuas poesias.

    Beijos
    Marco Sant'Ana
    Miami, FL

    ~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

    Mary, obrigado pelos parabéns e pelas palavras.

    Meu maior presente, com certeza, é ela.

    até mais.

    Jota Cê

    Leca disse...

    Beijos gentis...
    e muita Gentileza...
    beijos
    Leca

    Patricia disse...

    Eu adorei este texto... é linda a descrição que fazes de ti própria...

    beijos

    ~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

    Esse trailer do documentário Babies simplesmente mexeu comigo demais. Se todos parassem, pelo menos um vez por dia, e vissem um mundo novo saído do cueiro, simplesmente teriam vontade de levar pra casa e cuidar. Essa comparação cultural que Thomas Balmes dirigiu, apenas mostra que pra fazer a esperança surgir, primeiro temos que fazer nascer o puro dentro de nós. São crianças de diferentes partes do globo: Namíbia, Mongólia, Japão e Estados Unidos.


    O que acho super válido nessa vida é multiplicar a utopia de um mundo melhor.

    Piegas? É nada....

    http://www.youtube.com/watch?v=1vupEpNjCuY

    Beijo imenso, menina linda.

    Rebeca

    -

    ~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

    Mary,

    Moramos em cidades diferentes, não sabia? Quase todos os meses nos encontramos e vivemos tudo o que sentimos. Sempre desbravamos cidades diferentes e curtimos cada quarto de hotel como se fosse o nosso. E essa sensação é gostosa, é uma eterna lua de mel e sempre planejamos onde vamos deitar com esse amor. Somos um trio, somos a maravilhosa trindade de verdades. Só que já estamos morrendo de saudades um do outro e já começamos a programar nosso próximo encontro.

    Ah, você sabe ser linda, sabia?

    Beijo imenso, menina do meu coração.

    Rebeca

    -

    Blog Espiritualidade disse...

    Olá,
    Vc nem pode imaginar com me fez bem ler e apreciar seu post!
    Até enviei a outro amigo. Lindo!
    Inclusive, fui hoje pra aula de dança justamente como ilustra o desenho qeu vc colocou... pra relaxar... e deu certo, estava cansada demais de tanto escrever.
    Preciosa a sua postagem, tudo bem combinando comigo no dia de hoje. Obrigada...
    Bj no seu coração

    http://espiritual-idade.blogspot.com/