11 julho 2007



EMPRESTA-ME SEU CORAÇÃO




Empresta-me o seu coração
deixa-me senti-lo por um instante
dentro de meu peito
quero ouvir suas batidas
sentir suas emoções
no seu relógio de vida
Silenciosa quero ouvir
o que sua alma segreda
os seus lamentos, seus medos,
rir com suas alegrias
deliciar-me com seus segredos
quero seu coração pulsante
somente por um instante
morando dentro de mim
chorar com suas tristezas
entender essa sua agonia
sentir sua lagrima em meu rosto
seu riso em minha boca
beber toda sua poesia...
Empresta-me o seu coração
que ele bombeie sangue em meu corpo
lave minhas veias
desmanche minhas teias
faça-me pura emoção
embebida, quero fechar os meus olhos
e emocionada sentir sua vida
em minhas mãos

®Mary Fioratti

14 comentários:

Anônimo disse...

Bom diaaaaaaaaaaa flor do dia! Uma ótima quarta a vc! Mil beijinhos de carinho da Beta!

mixtu disse...

sentir... em sua s/minhas mãos...

um emprestar que é dar pois não tem preço de um coração... de um amor...

poesia, como sempre de quem está enamorada...

abrazo europeu

ps. no 3º comment tenho uma outra estoria, para quando tiveres um tempito,

Saramar disse...

Ah! que lindeza!
Quem pede assim emprestado o coração alheio para sentir o que se passa nele, é pessoa generosa, é quem ama de verdade.
Lindo demais, como você.

beijos

Amaral disse...

Dois corações numa só batida, Mary!
Gostei do teu poema aberto e fluido. Como uma canção que murmura, em cada verso, as palavras dos sentimentos...
Um dia ouviremos os segredos de cada alma, tal como agora partilhamos emoções...

Josse disse...

Muito lindo e bem próprio para tantos desafetos que andam a solta por aí. Um coração curado com delicadeza assim, será feliz com certeza.

Bjs

Zé Carlos disse...

Mary - irmãzinha querida, o meu está todo remendado mas se quiseres, toma, sempre foi teu !!!!

Bjs do Zé

Jéssica disse...

Doce e amada Mary, estava aqui pondo em dia minha leitura, chorando, sorrindo, de emoção e de alegria. Como é bom poder te ler de novo. Que textos, como vc escreve bem, as palavras fluem de vc, do seu coração. Que imagens, como vc é bonita. Que flores, que lugar gostoso onde vc mora. Olga, vc é de fato uma pessoa diferenciada, ter vc bem pertinho, como amiga, confidente e irmã, deve ser a glória. Obrigada doce Mary por vc existir, pessoas como vc são raridades. Um beijo e grata por teu carinho comigo*.*

ALF O Extasiado disse...

hahahah
embelezou minha alma minha amiga.
que texto lindo, profundo.
Olha não sei se meu coraçõa serviria, mas eu emprestaria com certeza.
Com essa tua doçura, esse seu carinho enorme, e pela amizade, você me encanta Mary.

:)

amiga, tenho dois olhares. Nos meus dois blogs. Se puder visita os dois.

beijos.
Tenha um excelente final de semana.

Anônimo disse...

Bom dia querida.

Fico muito feliz com sua visita, viu como a Bruninha se aplumou loguinho? kkkkkkkkkkkkk

Um lindo final de semana a vc!

beijos da amiga Roberta!

Gena Maria disse...

Que lindo seu poema amiga!
Estou com saudades de vc!
Bjão Mary!
Gena

Daniela Mann disse...

Este ficou demais! Lindissimo!
Beijinhos minha amiguinha linda.

Olá! Meu nome é Evellyn. disse...

Adorei seu blog!
Parabéns!!!
Bjs

Menina do Rio disse...

Quero fechar meu olhos e sentir tua vida em minhas mãos...
Estou te emprestando meu coração
com um beijo dentro!

Sil Porto disse...

Minha linda amiga
Amei esta poesia. Posso garimpá-la? Gostaria de postá-la em meu flog, posso?

Maravilhosaaaaaa!!
Beijo no coração... Sil