09 maio 2009


Temos o mesmo sorriso, não temos? Hoje acordei e tinha um presente na mesa com um cartao lindo! Mais tarde vou escanear e colocar no final do meu post


REALIZEI-ME SENDO MÃE





Sempre estamos a discutir, porque ainda quero fazer tudo por ela.
Quero mimá-la, colocá-la em meu colo. Tratá-la como crianca. E ela esperneia mostrando: "Mãe , eu cresci!".

Agora me digam: "Quando que uma mãe acha que um filho cresce?"

Acredito que seja quando ele tiver lá pelos 120 anos (risos).

Queremos viver a vida por eles, para que nao sofram. E nunca vamos entender que eles precisam de sua dose de sofrimento para crescer.

O colo de uma mãe é eterno. Mesmo quando ela morre, continua sendo em nossas preces, o colo que procuramos nas situacoes mais dificeis.
Ela parece estar ali, como um Anjo, a nos guardar.

Uma vez tive um sonho muito nitido com minha mãe. Eu estava na cozinha e ela apareceu, tao bonita, arrumada, com seu cabelo impecável, o colarzinho, e ela sorria. Eu fiquei tao emocionada, estendi minha mao e disse: "Mãe ! como eu a amo!" E ela somente sorria.

Estendemos nossas mãos, mas sabe aqueles sonhos que sao sempre em camera lenta? Quando estavam quase se tocando, eu acordei. E acordei com a nitida sensacão de que foi um encontro verdadeiro.

Mãe , que pena que demorei tanto para amá-la como voce sempre deveria ter sido amada!

Vou deixar aqui duas poesias, uma que minha irmã fez para nossa mãe, e outra feita pelo meu irmão.
Ela, a poetisa Mareluz, e meu irmão, Rodrigo Sanchez.

Gosto muito do modo que ela descreve minha mãe, tao fielmente, nessa poesia.
E a do meu irmão, de uma grande profundidade. A ultima estrofe é de uma grande beleza.

FELIZ DIA DAS MÃES A TODOS VOCES!







POR ELA ESTOU AQUI


Maria Lucia Martins (MARELUZ)

Quando penso em minha mãe
lembro-me de uma palavra:
fragilidade...
Era assim como alguem
que nem sempre
enfrentava o mundo lá fora
e muitas vezes, sentíamos
como se precisassemos
conduzí-la pelas mãos.
Bonita e frágil
como uma flor..
como uma taça de cristal
que a todo instante
fosse quebrar-se.
E quando o mundo a invadia,
questionava-se, e muitas
vezes tremia...
Era assim a minha mãe
diante do mundo.

Mas, por isso mesmo
era tão bela,
por desfazer padrões
e surpreender-nos
com a força
de uma sensibilidade
rara, raríssima...
expressando-se apenas
na intimidade
de nosso espaço.
Olhos imaginativos,
enxergando além das palavras
enquanto nos ouvia,
mãos de fada,misturando
ingredientes de sonhos,
nos deliciosos pratos,
nas roupas que costurava
com entusiasmo infantil...
No tricotar carinhoso,
transformando em cores suaves
os novelos embaralhados
de nossos destinos.

Não era feminista, minha mãe..
apenas feminina.
E seu perfume invadia a casa
em cada pequeno arranjo,
enquanto o seu riso preenchia
todos os desconhecidos vazios,
de nosso alma.
E quando aconchegava-se,
para falar e ouvir
sabíamos que finalmente
estávamos em casa,
em um mundo todo particular
que seu coração criava.
E naqueles momentos
não importava o orgulho
de nossas conquistas
e as doloridas derrotas.
Porque havia um jardim
cheio de flores,
e plantas singelas,
espalhadas sem ordem certa.
E um cheiro de bolo
recem criado, saindo do forno.
Havia, em tudo, o brilho
de uma essência:
o nosso eterno ponto
de referência.

Mudou o mundo, e as faces
fizeram-se pálidas e sombrias.
Apagaram-se lentamente,
o sinais exteriores
dos lugares, dos jardins.
Esvairam-se os cheiros,
morreram todas as plantas,
e milhares de flores...
Os sons calaram-se.
Esvaziou-se a casa,
e o vento da mudança
foi impiedoso...em tudo,
ou quase tudo.
Só não consegui varrer
o que ainda mora aqui,
preso na alma.
Não tem esse poder, o vento.
de roubar os sonhos,
heranças que em meu corpo
caminham sempre
desde a primeira e única
transfusão de Vida.

É assim, bem assim,
que minha mãe ainda existe em mim.
e sua eternidade transcende
toda fragilidade e força.
Simplesmente porque, uma vez,
carregou meu corpo,
depois,alimentou-me a alma
e em seguida, deixou-me aqui.



M Ã E


Jose Claudio Martins (Rodrigo Sanchez)


Sentir a tua falta física
é sentimento egoista, pois,
fostes apenas minha mãe,
entre tantas outras coisas
que fostes neste mundo.

Fostes exemplo de ternura,
doses de pura sensibilidade,
amor, compaixão e humildade
que embriagavam diariamente
o meu inexperiente coração.

Fostes meu colo intra-uterino,
extra-uterino nos teus braços,
acomodado nos teus seios,
bebendo o leite morno da vida ,
adoçado por teu meigo olhar.

Fostes e fiquei,
com a saudade,
com as lembranças,
no meu, já agora,
experiente coração.

Ave Maria,
cheia de graça;
bendito fruto
que retornou
ao teu ventre!



CARTAO QUE GANHEI DE MINHA FILHA




Obrigada por tomar tao bem conta de mim, por me amar tanto e por ter-me criado do modo certo.


Obrigada por ser a mãe perfeita para mim. Feliz Dia das Mães! Com amor, Patti.
Obrigada por tudo mãe. Eu te amo!

(E essas palavras nao são mágicas?)


Mary Fioratti







23 comentários:

Patricia disse...

Feliz dia da mãe :)

beijos

☆Fanny☆ disse...

Sorrisos lindos!Tal mãe, tal filha! :-)

Feliz dia das mães!

Aqui em Portugal foi no Domingo passado! Também homenageei a minha mãe, o meu anjo que me guarda aqui na Terra!

Adorei os poemas, lindos, e sentidos com o coração de quem sabe amar!

Um beijinho com ternura*

Fanny

M. Nilza disse...

Oi, menina!!

Belíssima homenagem a vc e sua mamãe! Eu fico demais emotiva nessas datas, até erro as palavras..rs

Parabéns pelo dia de hj e sempre

beijos

Zé Carlos disse...

Mary menina...
Um Feliz Dia das Mães, que vc seja sempre muito feliz...
Beijão do teu amigo, ZC

Adolfo Payés disse...

Muy merecido día y que bellos versos..

un gusto visitarte siempre

saludos fraternos
con mucho cariño
un abrazo inmenso

besos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA MARY, ADOREI A TUA BELA POSTAGEM AMIGA... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

Mary, AmigAmada...

Apesar da dor de não terem mais "cheiro nem alimento", poeticamente lindas expressões, teus irmãos -grandes poetas- conseguiram sangrar a dor e singrar o mar dos versos lindamente, nessas homenagens belíssimas. Triste poetar em pós ida, porém mais triste seria alguém que não tivesse a capacidade de versejar amor tão grande, como o de e para mãe.
Também lindos presentes da tua filhota. E tu, amiga, és um grande presente para muita gente, como mãe, mulher, amiga e poetisa. Para mim, é dos melhores presentes que já ganhei, ok? Bjs

Musician disse...

E tu és uma mãe maravilhosa!
Mereces tudo isso e sempre mais e mais :)

Gosto de ti Mary.

Um beijinho*

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Faça uma lista de grandes amigos,
quem você mais via há dez anos atrás...
Quantos você ainda vê todo dia ?
Quantos você já não encontra mais?
Faça uma lista dos sonhos que tinha...
Quantos você desistiu de sonhar?
Quantos amores jurados pra sempre...
Quantos você conseguiu preservar?
Onde você ainda se reconhece,
na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora...
Quantos mistérios que você sondava,
quantos você conseguiu entender?
Quantos defeitos sanados com o tempo,
era o melhor que havia em você?
Quantas mentiras você condenava,
quantas você teve que cometer ?
Quantas canções que você não cantava,
hoje assobia pra sobreviver ...
Quantos segredos que você guardava,
hoje são bobos ninguém quer saber ...
Quantas pessoas que você amava,
hoje acredita que amam você?
(Oswaldo Montenegro)

Desejo uma semana com muito amor, carinho e saúde
Um grande abraço do amigo
Eduardo Poisl

Liz / Falando de tudo! disse...

ah, estava com saudades daqui...
pois sempre encontro algo bonito e sincero no seu cantinho...
espero que esta felicidade continue por toda a vida!
uma boa semana!

Lainha disse...

Lindasssss. O sorriso das duas, só felicidade.

Desculpe não ter pudido vir aqui antes. Feliz dia das mães!

Beijão queridas!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Efectivamente são mágicas as palavras como são mágicas as poesias, os sorrisos e esta forma de amar tão densa e ao mesmo tempo tão subtil.
Porque o amor de mãe prevalece mesmo quando tudo se afasta e é uma referência que bruxeleia na noite escura.
Adorei conhecer este espaço.
Abraço

ParadoXos disse...

de coração mais aberto, nas suas mãos a maior dádiva é o amor, uma presença inadiável... Dá-Diva... Mãe. Mary estimada querida
esta página do teu blog é reveladora do mais alto amor... sabes... até daqui deu pra sentir a força dos laços que vos unem... eu sinto o mesmo pela minha. é amor!!
humm será que na tua familia a poesia é algo hereditário? pois é. é de familia mesmo essa veia poética, essa inspiração... esse LOVE pelas palavras... essaa coisas de dizer o verbo...
os poemas são testemunhos do que digo, ou não fossem tão exclamativos e profundos como os teus!!

:-)

amar-te com amizade é um privilégio.

beijinhos

Afonso disse...

Amor de mãe é o amor mais bonito que conheço e conhecerei em toda a vida. Não existe igual... Bonito texto. :D

Beijinho*

Valdemir Reis disse...

Nobre amiga Mary obrigado por sua visita. Parabéns! Este espaço esta cada vez melhor. Bela publicação, grande homenagem, muito reflexivo, texto lindissimo, bela imagm, tudo uma grande harmonia, gostei, que maravilha. Confesso minha simpatia e admiração por seu talentoso e inteligente trabalho. Valeu ter passado aqui. Sinto-me feliz e honrado. Quero avisar que tem um “PRÊMIO” esperando por você lá no Blog, não demore! Aguardo por sua visita. Sinta-se em casa. O nosso imortal Piloto Ayrton Senna costumava dizer; "Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá." Grandioso sentimento. Honrado e feliz por sua amizade, desejo muito sucesso. Volte sempre! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Brilhe sempre. Um ótimo e proveitoso dia de trabalho, proteção, paz, saúde, alegria e muitas bênçãos. Que a presença Divina nos oriente e dê sabedoria para o nosso caminhar. Um abraço fraterno.
Valdemir Reis

ParadoXos disse...

um Nóbel da amizade pra ti amiga Mary, fico sempre afónico perante a GRANDEZA da tua estima...

os teus relogíos me fazem perder os ponteiros e as horas...

:-)

rsr

tens um coração do tamanho do INFINITO.........

Denise disse...

As margaridas também são as minhas preferidas,singelas e generosas.

Encontrei uma paz aqui!

beijo

Denise

Beatriz Prestes disse...

Mary querida........

O que dizer disto tudo??rs
Haja emoção!!
Sei, reconheço, vivo cada momento descrito por você!!!
O que pode haver neste mundo, que seja mais intenso, verdadeiro e maravilhoso que a maternidade!!
Você é uma mãe simplesmente espetacular!!! Teu amor imenso, tua dedicação, tua entrega, realmente é incondicional!!!
Mil beijos minha querida, estava com muita saudade de estar aqui sentindo e vibrando com você!!
Te amo Mary...muitoooooooooooooo!
Beijo carinhoso
Bea

ParadoXos disse...

vim e deixei um boa tarde pra ti Maryminha!

beijo nosso!

Cesar Cruz disse...

Nossa, Mary! Que susto ao ler este texto sobre sua filha, sua mãe e todo o amor que vc não soube retribuir a tempo! Sabe por quê? Porque escrevi justamente sobre isso, e juro que não tinha lido este teu texto! Caramba... temos a mesma sensação de ter deixadio de fazer... entre lá no blogue e veja. Tá logo na capa.

bjão
Cesar

em tempo: vc viu a dica do livr que te dei? Pois é: acredita que estou relendo e que dei de cara com uma questão que é exatamente o problema que vc me expôs? Me escreve no email q te mando. Vou até escanear! bjão

I LOVE YOU disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
日月神教-任我行 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛

日月神教-任我行 disse...

132