17 agosto 2011



CONHECE-SE O AMOR VERDADEIRO...


conhece-se o amor verdadeiro
pelas palavras não ditas mas subentendidas
maravilhosamente sentidas no dia a dia
quando a rotina desafia-nos
algumas vezes tirando-nos do trilho

vem de repente aquela lufada de amor
nos olhares sempre compreensivos
nos risos abafados, os abraços espontâneos
nos pequenos detalhes na decoração da casa
nos lençóis macios, prece murmurada, no beijo de boa noite

conhece-se o amor verdadeiro
quando a confiança instala-se permanente
não há rompantes de duvidas
mas a certeza interiorizada em cada gesto
em uma constante procura da felicidade

o sentimento do amor é totalmente demonstrado
na comida na mesa, no carinho do preparo
nas taças de vinho, no brinde, na degustação
na sobremesa sentados em frente do nosso lago
nos olhares carinhosos e serenos, cheios de certezas

conhece-se o amor verdadeiro
quando ele nos acompanha onde estamos
e mesmo quando não estamos juntos em certos momentos
caracteriza-se como um cobertor morno
que cobre a nossa alma reavivando sentimentos


Mary Fioratti

4 comentários:

PRECIOSA disse...

Saudades, de vez em sempre é bom senti-la
Porque, a saudades presente quer dizer
"AMOR NUNCA AUSENTE"
Que sua noite seja regada de muita luz
Preciosa Maria

Anônimo disse...

Somente alguem que ama, pode escrever uma poesia assim.
Intensa e linda (a poesia e vc)
~Jairo~

Kátia disse...

Muito linda tuas palavras e acima de tudo:SENTIDAS!
A saudade é algo que me acompanha sempre e por ter este comum,sei sim que vou voltar.
Bem haja!!!!
Um abraço!
:-)))))

Marcia Morais disse...

São belos teus poemas e textos Mary! Bom fim de semana!