17 fevereiro 2006




QUADRO DA SAUDADE




Delineia-se a tarde vagarosa
rabiscando seus olhos lentamente
na paisagem dos meus sonhos
Nesse momento tudo que quero
eh sua mao em meu rosto
em um gesto terno de caricia
Ouvir sua voz em meus ouvidos
seu riso...sua calma
Eis-me aqui tao sua
entregue aos meus pensamentos
levando-os a voce num sopro
atraves do vento
Seja hoje o artista
e com as tintas de seu amor
pincela o meu corpo
apaga aos poucos a realidade
misture as tintas...quero olhar seu rosto
enquanto voce desenha em meu corpo
o quadro da sua saudade


®Mary Fioratti

5 comentários:

Sara MM disse...

UHAUU!

xiça... que forte!

BJs e Bom fds

A .Carlos disse...

Olá Mary,
Antes de mais , o meu agredecimento
pelas palavras sempree carinhosas, que deixas lá no meu cantinho.
A mimha "surpresa" do dia dos namorados, foi a que infelizmente foi possivel.
Um ramo de flores e muito miminho,
Não foi a que eu queria que fosse, mas melhores dias virão.
A vida é feita de imponderaveis e de situaões, resta-nos esperar melhores dias...
Adorei o teu post sobre a Dona Carmen, sobre este da saudade, só posso dizer que é belissimo
:((
A musica está melancolicamente apropriada!!!
:))
Bjss

Musician disse...

Que belo poema e imagem amiga!
Mais uma vez, adorei.
Grande beijinho para ti*

Zé Carlos disse...

Mary querida, aqui no Brasil hoje é dia de feijoada, caipirinha e etc... vem para comemorar a qualidade imensa de suas poesias?
Estamos lhe aguardando... bjs

Zé Carlos disse...

Mary menina, pegue alguns poemas seus do Prefácio e coloque aqui, encante também seus amigos da blogosfera.... não abandone seu Blospot... é lindo..... bjs do Zé Carlos