21 novembro 2007





UMA FORMA DIFERENTE DE SER FELIZ





Antes de voces lerem o que escrevi abaixo, quero dizer que o propósito de ter escrito isso, e aberto meu sentimentos, é tambem uma sementinha de uma idéia para cada um de voces. Porque um Blog sinto que tem muita força, e muitas vezes leio outros posts em outros Blogs e nascem tantas novos sentimentos dentro de mim! Cada um tem o seu modo próprio de sentir. Ou de agir. Aqui eu digo tudo que sinto, mesmo que isso possa parecer brega. Se um dia eu deixar de dizer o que sinto, com certeza nao publicarei mais. Como sou aqui, sou na minha vida real. Ja "apanhei" muito com isso, aprendi um pouco, mas nunca deixarei de ser eu mesma em nada que diga ou faça.


Acredito que cada um de nós tem tanto para dar. Sinto-me sempre assim, como se tivesse dentro de mim um mundo inteiro para dar e receber.
Somos tão ricos! Como essa riqueza excede sempre, em sentimentos, em sentir, em olhar o mundo como se ele fosse um Parque de Diversões.
Onde estivéssemos inocentemente, como uma criança, brincando nesse parque, sorrindo de um modo puro, e totalmente sem intenções. Simplesmente sorrindo.

Sempre tive uma vontade muito grande dentro de mim de fazer um trabalho voluntário. E esse desejo foi crescendo a medida que a idade foi avançando. Talvez porque a gente comece a sentir essa fragilidade e fica a imaginar como essas pessoas mais velhas se sentem.

Tenho uma ternura tão grande por velhos! Muito mais do que por crianças. Embora eu ame crianças, acho-as uma renovação. E também vejo que elas tem muita platéia. Todo mundo brinca com uma criança. Acha-a bonitinha! Mexe em suas mãozinhas. Pergunta o nome...

E os velhos?

Tantas vezes eles são esquecidos em uma conversa. Lembro tão bem da minha irmã quando meu pai era vivo, e ela morava com ele, ela sempre estava preocupada que ele fosse deixado de fora das conversas. Hoje eu a entendo tão melhor!

Por que deixar os velhos de lado, se eles são verdadeiros Livros de Histórias? O quanto podemos aprender com eles, tirar lições de vida, observar o modo que vêem a vida?

Meu marido sempre gostou de conversar com pessoas velhas. Talvez porque ele tenha sido praticamente criado pelo seu avo, e aprendido tantas boas lições com ele.

O avo dele sempre dizia: "Um homem honesto cabe em qualquer lugar".

Os velhos, como as crianças, são imprevisíveis. Eles podem dizer coisas que calam fundo. Em seu olhar tem um mundo de vivência.
As vezes fico a olha-los e a pensar tudo que enfrentaram nessa vida: dores, momentos difíceis, perdas, e me emociono.

Aqui nos EUA existe essas Casas de Velhos (digamos, Asilo), no entanto de uma forma muito mais sofisticada. Paga-se muito! Mas os velhos conseguem ter uma vida digna. Moram com outros velhos, jogam Bingo, assistem TV, se reúnem para tomar café. Mas muitos deles são esquecidos pela família.

Minha filha quando tinha seus 11 anos, dançava para uma Companhia chamada "Connie Ferguson" e a dona dessa Escola , fazia muitos shows nessas Casas, principalmente no Natal.
E sempre íamos vê-la dançar junto com o grupo.

Se vocês vissem o rosto desses velhos ao olhar para elas! Eu sempre sentia uma emoção tão grande participando disso. Eles dançavam sentados em suas cadeiras, riam sozinhos... E muitas vezes eu tive a oportunidade de conversar com alguns deles e perceber o QUANTO eles eram solitários.
Lembro-me uma vez de uma velhinha, que em alguns minutos conversando com ela, ela me mostrou a foto dos filhos, dos netos, e contou que seu marido havia morrido ha alguns anos.
Senti a importância de ter parado aqueles minutos ali, e conversado com ela.

O Larry, cantor da nossa Igreja, também se apresenta cantando para os velhinhos, e ontem eu falei para ele que quero ir um dia com ele, somente para assistir e tirar fotos.

Este ano estou a procura de um serviço voluntário. Acho que isso pode nos ensinar tanto, e na verdade, pensamos que damos muito a alguém fazendo isso, mas na verdade, recebemos muito mais! Recebemos a satisfação de ver uma pessoa feliz. Existe maior satisfação que essa? De ver que conseguimos colocar um sorriso em algum rosto?

Nos Domingos quando vou na nossa Igreja, sempre dou uma olhada nos anúncios que fica num quadro. E ontem li que uma dessas casas de velhos estava pedindo uma pessoa que pudesse a tarde, durante algumas horas, servir refeição para os velhinhos.
Ontem liguei e deixei recado. E estou tão ansiosa, e querendo que me chamem. Vou me sentir tão feliz em poder fazer isso!

Todos nos temos um potencial enorme para fazer uma pequena coisa por alguém. Seja isso pequeno...um pequeno gesto que pode mudar uma vida.
Penso isso, porque tantas pessoas que passaram pela minha vida, mudaram um momento, ou me fizeram reciclar algo, ou mudar minha decisão.

Gostaria de sentar com os velhos, e ouvir suas historias. Olhar a fotografia de seus filhos e netos. Ouvi-los dizer que foram jovens, que eram bonitos.

No verão, quando vamos naqueles concertos na Praça, sempre fico a olhar esses casais de velhinhos que dançam. E me emociono tanto! Fico a pensar quantas coisas eles passaram com os filhos, com doenças, com situações difíceis, quantos momentos de felicidade tiveram. E ainda estendem suas mãos para dançar, e sorrirem um para os outros.

Comecei a escrever isso ontem. E ja tenho uma novidade... Ontem mesmo toca meu celular no servico, e quando atendi era Diretora da Casa de Repouso dos Velhinhos. O lugar chama-se "Meadowbrooks".

Conversou comigo um tempo, vou encontrá-la para conversarmos, e começarei meu serviço voluntário na próxima Segunda-feira. Das 2:00 as 5:00.

Ela indica certos velhinhos ou velhinhas que não tem família que visitam, ou se sentem solitários. Eles dao livros que podemos ler para eles. E principalmente, o que quero fazer e escutá-los. Escutá-los muito!

As 4:30 vou ajudar na cozinha, a servir o jantar.

Vocês não imaginam como isso mexeu comigo! Sempre tive uma imensa vontade de me voluntariar com esse tipo de servico, e acho que tenho tanta coisa de mim ainda para dar!

Depois conto a vocês minha experiencia.

Este foi um grande presente!

E aproveito a desejar a voces um FELIZ DIA DE AÇÃO DE GRAÇAS! Um dia para reciclarmos todas as nossas bençãos. E agradecer muito!


®Mary Fioratti

16 comentários:

Zé Carlos disse...

Como sempre lindos seus escritos... Maravilha de foto que irradia este coração magnífico.
Seja mesmo voluntária, vc ganhará muito com isto, sua alma agradecerá.
Bjs do teu amigo

Anônimo disse...

Boa tarde Mary.
Ajudar e se doar ao proximo sempre nos acrescenta. Um super beijo!
Felizzzzzz diaaaaaaaaaaa!!!!!

Roberta!

mixtu disse...

todos nós devíamos dar um pouco de nós aos outros

o voluntariado é uma das formas

o ajudar de uma forma anónima

o ajudar pelo ajudar...

abrazo europeo, amiga, imagine...

Rosa Maria disse...

Belo post!
Mais belo ainda por nos contares que vais fazer voluntariado.
Há tantos idosos que precisam de alguém que esteja perto deles, que lhes dê uma palavra de conforto, que os mime.
Obrigada por teres partilhado!
Beijinho

Anônimo disse...

Ola cunhadinha,
O gesto de doar,seja ele de que modo for, sendo feito de coraçao,e sempre bem-vindo.Tenho certeza que voce fara isso muito bem,e so tera a ganhar.
Aqui em S.Jose,participo de um grupo chamado Amor-exigente,grupo de apoio aos adictos e aos familiares destes,faz 1 ano,e como tem sido bom para mim.
Com este seu sorriso,com certeza os velhinhos ja se sentirao mais felizes,
Boa sorte,muita luz e paz!
Beijao
Te

Musician disse...

Querida, os velhinhos não podiam ter mais sorte que essa! Estar na tua companhia! Vai ser muito bom, tenho a certeza :)
Pensa assim como tu! Adoro os velhinhos, sempre me entendo melhor com eles!
Um dia também vou fazer voluntariado, é algo que quero muito!
Boa sorte querida e aproveita muito!
Um beijinho carinhoso*

Ricardo Rayol disse...

você tem realmente uma alma abençoada...

ZezinhoMota disse...

É uma atitude digna de alguém com sentimentos muito profundos.

Aqui em Portugal e aqui no Norte já se começa por se chamar "Casa de Repouso" ou "Lar".

Infelizmente minha mãe ao ficar acamada em Junho eu tive que a internar numa "Casa de Repouso-Lar" particular porque os que a deviam aceitar só o fazem em quantias enormes ou em troca de vivendas e ainda lhe chamam "SANTAS CASAS DE MISERICÓRDIAS" e onde entra tanto dinheiro dos jogos como o Milhões/Loto ETC.

Mas pelo menos é bem tratada com boa alimentação, higiene e bom trato.

Claro falta-lhes muitas coisas porque estamos num Portugal muito pequenino.

Bjnhs

ZezinhoMota

Anônimo disse...

Olá minha linda!!!

Estava aqui lendo-te. Não não é nada piegas, sentires não são nunca piegas. Parabéns para ti, não podia esperar outra coisa dessa menina que parece ser inquilina do sorriso, ou vice-versa, deve ter alugado todo o portal da felicidade..risos.

Toda atitude voluntária, seja qual for é grandiosa e digna. Trabalhar com crianças ou com idosos, sempre o mais recompensado é o dono da ação voluntária. Eu gosto de trabalhar com os dois...sempre vai existir o "moleque encapetado" e sempre vai existir o "velho ranzinza", mas com diálogo e doação esses "obstáculos" caem por terra, independente de quem seja, qualquer um sabe reconhecer um gesto de amor e, isso a que se está propondo fazer é gesto de amor...doar amor.

Parabéns para ti menina!
beijo no teu coração.

daufen bach.

Kalinka disse...

OLÁMARY

Volto a visitá-la
tenho-o feito em silêncio
porque o negro me enche o peito,
Nos meus olhos as lágrimas apago...
Anseio por um pouco de respeito
Quem me conhece...
já me viu sorridente,
com uma ligeireza nas palavras
e no olhar
É isso: Asas abertas!
Voar, preciso de voar
para onde o carinho e a Paz
me acompanhem

Preciso de Amigos/as
que murmurem palavras misteriosas
Que perturbam meu ser como um afago!
É disso que preciso.

Quando a raiva e a dor me apertam no peito, por vezes, desabafo.
Sou Feliz por sentir que ALGUÉM se preocupa comigo.
Beijos.

Amaral disse...

Se deixares de dizer o que sentes, o "encontro" deixa de existir!

O tema que foste buscar, Mary!...
O problema dos idosos, aqui em Portugal, merece muita reflexão! Muita, mesmo!!!
Há muita gente sozinha, muitos "velhinhos" que esperam acabar os seus dias nem eles sabem como nem quando, entre as quatro paredes das suas casas, num banco do jardim em dias que a chuva ou o frio permitem, deambulando pelas ruas, sem família que os abrigue...

És uma alma boa, Mary, e esse teu desejo de, voluntariamente, ires ajudar quem precisa, tornou-se realidade, porque estava dentro de ti esse desejo, agora manifestado!

O grande presente deste-o a ti própria!
Aleluia!!!

Menina do Rio disse...

Querida, tens razão! No entanto é pra a velhice que todos caminhamos! Infelizmente muitos abandonam seus velhos como se esquecessem que são parte da familia. Aqui os asilos são tão precários, talvez pelo custo alto demais para o padrão brasileiro, mas o que mais incomoda é ver os filhos se desfazendo dos pais como se fossem roupas velhas. É deprimente! Um gesto lindo este teu! Que Deus te abençoe e te ilumine sempre!

Beijinhos e bom final de semana.

Musician disse...

Querida, sinto saudades tuas!
Que estejas bem!
Vim deixar um beijinho e um abraço bem apertado.
Gosto muito de ti minha amiga do coração.

El Navegante disse...

Cuando o reloj da vida avanza, cuando o futuro pode ficar mais perto que ontem, ouvir as tuas palabras, disfrutar teus pensamentos e revalorizar mais uma vez teus sentimentos é uma delicia.
Nao estoy ainda como para morar nesas casas, a Desu graça,mais nao sou um rapaz, faz poquinho estou divorciado, e a minha filha e minha unica famila direita.
Pot isso há vezes que um acha no futuro, mais pode ouvir palabras doces que fala mais uma doce,que fazen muito bem.
Um beijao cheio de saudades, e parabéns pela tua linda familha.
Que Deus abençoe a tudos vcs.

ALF disse...

Mary, seu coração não tem limite mesmo. É com muita alegria que leio esse teu texto. Que lindo amiga essa tua preocupação e vontade em fazer algo pelos idosos.

Realmente são esquecidos né. Dá pra se revoltar. a família deixa lá como se fosse inúteis, e quando no futuro é eles que vão estar lá.

Bem, mas que iniciativa linda MAry.

Você é um amor mesmo.
Obrigado sempre pelo carinho viu.
Te adoro.

Beijos

disa disse...

情趣用品,情趣,情趣用品,嘟嘟成人網,成人網站,18成人,成人影片,成人交友網,成人貼圖,成人圖片區,成人圖片,成人文章,成人小說,成人光碟,微風成人區,免費成人影片,成人漫畫,成人文學,成人遊戲,成人電影,成人論壇,成人,做愛,aio,情色小說,ut聊天室,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,尋夢園聊天室,080視訊聊天室,免費視訊聊天,哈啦聊天室,視訊聊天,080聊天室,080苗栗人聊天室,6k聊天室,視訊聊天室,成人聊天室,中部人聊天室,免費視訊,視訊交友,視訊美女,視訊做愛,正妹牆,美女交友,玩美女人,美女,美女寫真,美女遊戲,hi5,hilive,hi5 tv,a383,微風論壇,微風,伊莉,伊莉討論區,伊莉論壇,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,plus,痴漢論壇,維克斯論壇,情色論壇,性愛,性感影片,校園正妹牆,正妹,AV,AV女優,SEX,走光,a片,a片免費看,A漫,h漫,成人漫畫,免費A片,色情網站,色情遊戲,情色文學,麗的色遊戲