20 março 2009



ÊXTASE



Você mexia em meus cabelos
enquanto eu beijava suas mãos
naquele silêncio contemplativo
de nossas almas
respirávamos quase juntos
numa musica de sentimentos
quase perfeita
momento de ternura infinita
quando levantei meu rosto
e deparei com seu sorriso
seus olhos olharam dentro dos meus
e uma cachoeira de ternura
derramou-se sobre nós...
não sei porque eu me sinto assim
quando estou com você
a estar sempre descobrindo sensações
escondidas atrás das cortinas
dos nossos sonhos
um sorriso
um olhar
um beijo
um desejo nascido repentino
que gera um gesto espontâneo
de ternura desmedida
não sei porque
você me traz essa sensação
de languidez no corpo
de gata manhosa
querendo colo
quando aquelas frases suspiradas
me enchem de desejo
talvez sejam suas mãos que procuram
no meu decote o seu prazer
e o seu beijo lento
seguido de seus sussurros
em meus ouvidos
com você é sempre assim
um mar de êxtase
invadindo ondas de amor
dentro de mim...

Mary Fioratti




16 comentários:

Joéliton disse...

Oi...muito lindo..

Tenha um bom Fim de semana..

Bjos

Maria Emília disse...

Encontro nos seus textos muitas coisas que tem que ver comigo, com a minha forma de estar na vida e de pensar.

Um abraço,

Maria Emília

Patricia disse...

Lindissimo....
um fim-de-semana excelente!

beijos

CrisBoro disse...

Menina, como eu gosto de ler o que vc escreve. É como se estivéssemos sentadas num café, trocando idéias e ficamos assim, nesse papo gostoso.
Sua alma é transparente e gosto de gente assim: gente.
Beijão querida, bom fim de semana.

Adolfo Payés disse...

Hermoso poema, me dejaste en éxtasis leyendo tus versos..

saludos fraternos

que tengas un buen fin de semana

Sonia Schmorantz disse...

VERDADEIROS AMIGOS SÃO COMO ESTRELAS
NEM SEMPRE OS VÊ, MAS SABE QUE ESTÃO LÁ....
UM ABRAÇO E BOM FINAL DE SEMANA

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

Mary, AmigAmada...

obrigada pelo "tão pronto atendimento" do meu mail, com tua visita e já indicações.São meus primeiros passos e espero "chegar a caminhar" realmente por este meio...rsrs.
Maravilhoso esse "Teu Êxtase", amiga, que já havia lido/comentado, mas é um prazer ler novamente! Aliás, aproveitei e já li vários outros, Todos Lindos e Doces com Ternura, como é tua marca registrada.
Beijo de Luz, amada.
Veronica de Nazareth-Noic@

Jorge Vieira Cardoso disse...

Dia Mundial Da Poesia

“Dúvidas de Fronteira”

Quem sou aqui neste palco onde se debatem palavras?
Quem sou nesta cidade onde a temperatura oscila vocabulários de rosas?
Quem sou eu nesta primavera contrafeita de vontades eufóricas?
Serei o poeta que nas dunas silencia o sol à espera da lua?!
Ou serei tão-somente o enxame de mil abelhas domesticando as frases?!

Beijo terno...

ParadoXos disse...

este, como em muitos, é um manifesto no qual podemos achar o teu calor humano Mary minha, amiga! adoro a tua maneira espontânea de pensar o amor - sentindo!! fundo e imenso!
este é mais um daqueles em que se nota o teu sincero combate pela autenticidade de cada sentir...
e eu aprecio esta tua recusa pelos efeitos especiais, gosto assim... nuas e reais!


a tua espontaneidade: revela a verdadeira profundidade da Poesia!
- a tua.

nosso beijo, pra ti e pra mim - aqui!

Retalhos de Amor disse...

Ler... Reler... Sentir...
Caminhar em teus versos que
são ternura e amor absolutos!!!
Estar em tua Poesia é sempre
um momento feliz, Mary Ternura!!!
Obrigada por partilhá-la, Amada!!!
Beijos muitos...
No coração!!!
Iza

Pena disse...

Simpática Amiga:
É um Ser Humano fantástico. Fabuloso.
"...Com você é sempre assim
um mar de êxtase
Invadindo ondas de amor
dentro de mim..."

Quanta pureza e beleza existem em si?
Sensibilizado pela sua magia poética ímpar.
Beijinhos amigos de respeito e estima enormes.
Sempre a admirá-la e a considerá-la

pena

Bem-Haja, amiguinha preciosa!
Adorei o seu blog.

Voodoo disse...

Querida Mary bom dia,

Domingo, o dia está lindo, e
me pego pensando para qual praia
eu vou...
Sobre o post, ótimo, adorei também
as fotos aí ao lado, prêmio para
a da margarida, minha flor preferida,
quase um verso.
abs

ALF disse...

É uma confluência de sentimentos intenso, cheia de amabilidade, ternura e sensualidade suave.
Bonito este teor romântico tão compenetrado, talentoso e doce.

Que bonito Mary.
Amo seus poemas. Sempre tão cheios de amor.

Beijos querida amiga.
Te amoadoro!

:D

A.S. disse...

Mary...

Belo poema, pleno de ternura, desejo e doces sensações...


Beijos... e Saudades!!!

Amaral disse...

Tchim, tchim, ao Extase, momento que vai e volta, da ternura ao sensual, à mistura do carinho com o amor sussurrado, e o gesto espontâneo colado no beijo lento invadindo as ondas...
Gostei da "gata manhosa", do prazer no "meu decote", da "cachoeira de ternura", das "sensações escondidas atrás das cortinas"...
Num silêncio contemplativo, o Amor observa e experiencia!... Apenas e só!...

BLOEM disse...

Mary, querida!

"você me traz essa sensação
de languidez no corpo
de gata manhosa
querendo colo
quando aquelas frases suspiradas
me enchem de desejo
talvez sejam suas mãos que procuram
no meu decote o seu prazer
e o seu beijo lento
seguido de seus sussurros
em meus ouvidos
com você é sempre assim
um mar de êxtase
invadindo ondas de amor
dentro de mim... "

se não te conhecesse a alma dizia que estavas a troçar de mim...:))
`´e, eu sou isso tudo, a ponto de alguns amigos me aconselharem " a castrar a gatinha" que há em mim!
Mas , naaa, nunca, há lá coisa mais saborosa que aninhar onde nos sentimos bem?

Só uma sugestão para o amigo VOODOO: está mesmo um domingo cheio de LUZ! E a prari está de snho, cheia de vento!! Ah1era isso, se não gostar de vento não venha para as do sul.
Beijões