08 maio 2007




Ê X T A S E



A janela estava entre aberta
e no ângulo da ansiedade
tantos sentimentos despertos
o corpo deitado na cama
os olhos na janela
fitando o azul claro da manha

Detive-me nas nuvens
em seus desenhos entrecortados
formando figuras imaginárias
o corpo deitado na cama
morno, quase desperto
esperava o toque de suas mãos

Você dormia, sono solto
olhos fechados, espasmos repentinos
expressão sonhadora
aconchegado ao travesseiro
mão esquecida sobre a coxa
respiração ritmada...abandono sereno

A janela estava entre aberta
e os raios de sol batiam em seus cabelos
seu corpo jogado, inerte, vulnerável
E meus olhos o cobriam de ternura
passeando pelo seu ser
numa paz certamente no paraíso encontrada

Virei-me de lado, observando seus traços
Menino solitário, num mundo tão seu
o que sonharia nesse momento?
Onde voaria essa mente tão rica de sentimentos
Por onde passariam seus olhos
No mundo dos sonhos?

A janela estava entre aberta
A na vulnerabilidade tão exposta do sentimento
Fiz amor com sua alma nesse momento


®Mary Fioratti

11 comentários:

ana. disse...

Bom Dia!
Mary...
Vim conferir uma das indicações do Alf...
E sabe, qdo um blog nos faz pensar é sinal q a nossa escrita promove novas descobertas.
O seu "êxtase" sobre a janela entreaberta mostra a sensibilidade em observar um momento q parece efêmero demais pra ser recordado, ms q permeia em nossos pensamentos até o ultimo raio de sol por entre a janela de nossa alma.É isso.
Beijos Poéticos.
;**

Zé Carlos disse...

Mary querida - que lindo..... eu só repito isto todos os dias né?
Te adoro, beijos do Zé

Nilza disse...

Bom dia Mary!


Intenso e lindo demais!!
Bela quarta-feira pra vc..ainda que chovendo..rs

Luiz Carlos Reis disse...

Mary,

A essência de tuas poesias não traria outro sentimento senão a alegria e a ternuras constantes.

Beijo doce no coração!

Deco disse...

Oi! Qto tempo né... Adorei o poema! Lindo e sensivel como sempre! Bjo

Rosa flor Regina disse...

Anjinho quero te parabenizar por lutares pela campanha contra violências aos nossos animaizinhos. .
Oi amiga querto te oferecer meu award nr5 pq seu mundinho merece e vc tb. amiga vc podia me dar um voto no blogstar. Eu pariticipo

Jéssica disse...

Tava aki lendo, e lendo, vinha lá de baixo, subindo, cheguei nas sementes... qtas por aí espalhadas, todas germinam mas nem todas são boas.... lindos textos... e termino extasiada... Vc, doce Mary, nos faz pensar, viajar, sonhar... Beijosssssssss

Zé Carlos disse...

Vc já deve estar na piscina nestas alturas --- não tem importância, venho te dar o beijo de boa noite assim mesmo... Zé

Musician disse...

Mary, este poema está LINDO e DELICIOSO! Simplesmente amei querida! :)

Um beijo com carinho*

Patty disse...

Coisa linda, amiga!

Feliz DIAS DAS MÃES.

Um beijo!!!

Verinha disse...

Querida Mary,

Tudo bem com você, minha flor?
Eu estou bem, graças a Deus!
Você está sumida...estou com saudades de você!
Que declaração de amor linda, para a tua mãezinha!!
Feliz de quem deixa somente doces lembranças para os filhos, não é?
E feliz, o filho que dá valor a sua mãezinha!
Querida Mary, teu post está lindo! Parabéns!
Minha flor, eu quero te pedir uma força para a aprovação de uma lei. A orientação está no meu blog.
Posso contar com o teu voto?
Eu estou torcendo para que muitas pessoas fiquem sensibilizadas e colaborem.
Minha flor, eu desejo que a tua semana tenha muita paz!
Fique com Deus.
Um abraço carinhoso,
Verinha