19 dezembro 2006




SOLIDÃO INTERIOR




Com o tempo percebemos certas coisas, que somente com a idade, e o conhecimento, adquirimos.
E uma delas, é que ha momentos em nossa vida, que nos sentimos completamente sózinhos.
Podemos ter os maiores amigos, podemos ter um confidente, mas há uma parte de nos que é totalmente solitária.

Como se dividir os pensamentos, não aliviasse o que temos por dentro.
Assim como o ser humano nasce sózinho, ele enfrenta muitos problemas de um modo totalmente solitário.
Há uma parte dentro de nos, que por mais que a revelemos, nunca, nunca ninguém conhecerá.

É como aquele bebê que nasceu, e que nasceu com sentimentos puros e próprios, assim somos nos, ha certas horas da vida, sentimos que esses mesmos sentimentos se afloram, e que não temos como reparti-los. Assim como morreremos sózinhos, e neste momento, por mais pessoas que tivermos ao nosso lado, o nosso desligamento desse mundo será totalmente solitário.

Não é egoísmo. E apenas uma certeza de que por mais que mostremos esse nosso eu, jamais seremos compreendidos.
Uma coisa que aprendi na vida...e cada vez estou aprendendo mais: não ter pensamentos definidos em nada...ou seja, nada pré-determinado, duro, dirigido, convicções imutáveis.

Na minha vida sempre fui assim: sou contra isso, não aceito aquilo, não acho certo isso.
Quem sou eu para achar alguma coisa?
A cada ano que passa, eu me vejo mais firme na convicção de que...não existe uma verdade absoluta de nada.

Como disse Kahlil Gibran:

"Nao diga: "Eu encontrei a verdade, mas diga: Eu encontrei uma verdade.
"Nao diga: "Eu encontrei o caminho da minha alma, mas diga: Eu encontrei minha alma andando no meu caminho, pois a alma anda por todos os caminhos.



"A alma nao anda sobre uma linha, a alma desdobra-se por si mesma, como uma flor-de-lotus, com suas incontáveis petalas"




®Mary Fioratti

7 comentários:

Suzy Tude disse...

Mary, vim agradecer a sua visita e amei o post!
Não existem mesmo verdades absolutas.
Beijo

Nani disse...

Mary, gostei da tua visita no meu cantinho...

Ainda gostei mais de ler este texto... bonito... não consigo dizer mais agora.

Um beijinho especial

Nani

Cristina disse...

............♥
...........***
..........*****
.........*Feliz*
........*********
......************
.....******Natal****
....****************
...******************
..********************
..........****
..........****
..........****

Um feliz Natal para ti, e para todos que te são queridos,
Um beijinhu sincero...

Luiz Carlos Reis disse...

Mary,

A maturidade agrega à nossas vidas muita cautela e um pouco de ceticismo. Entretanto as "verdades" pelo qual nos orientamos tenho como aprendizado "verdadeiro" de vida.


Um beijão no teu coração minha linda! Fica com Deus!

Daniela Mann disse...

Que post lindo! E a imagem da menina no mar, está sublime!
Mary, escrevi-lhe mas o mail veio para trás! pode escrever-me um mail para eu responder? Talvez assim vá! Tenho novidades para si!
Beijinhos
,¡|i¹i|¡,    
      ¹i|¡,¡|i¹   
,¡|i¹i|¡,       ,¡|i¹i|¡,      ,¡|i¹i|¡, 
¹i|¡,¡|i¹     ¹i|¡,¡|i¹     ¹i|¡,¡|i¹  

   ,¡|i¹i|¡,         .,¡|i¹i|¡, 
   ¹i|¡,¡|i¹        ¹i|¡,¡|i¹   
      ,¡|i¹i|¡,    
      ¹i|¡,¡|i¹   
,¡|i¹i|¡,       ,¡|i¹i|¡,      ,¡|i¹i|¡, 
¹i|¡,¡|i¹     ¹i|¡,¡|i¹     ¹i|¡,¡|i¹  

   ,¡|i¹i|¡,         .,¡|i¹i|¡, 
   ¹i|¡,¡|i¹        ¹i|¡,¡|i¹ 

     ,¡|i¹i|¡,    
      ¹i|¡,¡|i¹   

Zé Carlos disse...

Oi menina, vc tem razão.... todos nós teremos que aprender um dia que nós sempre encontramos uma verdade.... nada mais do que isto...
Bjs do ZC

ALF O Extasiado disse...

que post doce amiga. A solidão muitas vezes é inerente. Não passaos 24h do dia com alguém do lado. O ato de dormir é puramente solitáiro e serve como um exemplo. Refletimos, Às vezes paramos e nos entreolhamos. e percebemos o quão sozinho somos. Mas, isto é fisicamente.
Saiba que a solidão nunca é plena quando se tem pessoas especiais e amdas guardadas no coração.
Assim é, uma verdade que conheci.
Muitas ainda não sei, mas chegarei a conhecer mais.

beijos minha amiga. Um ótimo dia
;)