04 maio 2006




NAO SEI HÁ QUANTO TEMPO...





Embebedo-me com suas palavras
gole por gole
como se o seguisse de tao perto
que me assombra!
Espanta-me essa identidade
esta calma declarada
quando trocamos palavras
ora de amor...
oras de apenas tolices
O "Eu te Amo" entremeia-se
pelas linhas
algumas vezes em sussurro
outras vezes claro
e declarado
Nao sei dizer desde quando
sinto esse arrepio na pele
essa ressaca constante da alma
Sensacoes fortes
que arrebatam meus sentidos
e deixam-me tao vulneravel
que meu sorriso se faz menina
e meu corpo se faz adolescente
meus gestos sensualizam-se
e o desejo me consome
Nao sei ha quanto tempo
estou a beber suas palavras
a fitar a sua alma
e a entender que voce é unico
em sua essencia mais pura
Passo o tempo a decifrá-lo
devorando os travessoes, os pontos
estremecendo naquela virgula certeira
e no extase daquela exclamacão!
meus olhos param naquelas reticencias
quando totalmente sem resistencia
prendo-me no parenteses
do seu coracão!




®Mary Fioratti

5 comentários:

Zé Carlos disse...

Mary querida, nós é quem ficamos embebedados pelas suas palavras deliciosas..... bjs do Zé

EL HIPPIE VIEJO disse...

.." SENSACIONES FUERTES QUE ARREBATAN MI SENTIDO ..."
BELLAS PALABRAS QUE TRANSPORTAN AL INFINITO .

MARY
TE SALUDO Y TE DESEO UN LINDO FIN DE SEMANA .

PAZ Y AMOR

ADALBERTO

Musician disse...

Esta musica tocou-me tanto, tanto...sera que me podias envia-la para o meu e-mail? anatojal@gmail.com
Tens um coraçao lindo, que sejas muito feliz.
Beijinho doce*

Paulo Silva disse...

Olá...
Estive ausente algum tempo.
Mas voltei, julgo eu com forças.
Encontrei este seu blog lindo como sempre, com poema lindissimos.
Desejo uma boa semana.

Bea disse...

oi mary
Sempre nos encantando com tua doce poesia e fica mais emocionante com essa musica antiga da françoise.Parabens pela escolha da musica e do teu
tema. bjus Bea