03 maio 2006




R E N D A S




Queria que voce ousasse
descobrir o exato exalar de meu perfume
com a umidade de sua boca
grudar suas maos nas minhas
olhar-me nos olhos
sorrir com desejo
despir-me ao som de sua respiracao
gaguejar nas palavras
tropecar no meu coracao...
Queria que voce me beijasse
e parasse para dizer bobagens no meu ouvido
enquanto sua lingua agressiva
procuraria dentro de minha boca
o ceu dos meus sentidos
Queria que voce tocasse minhas rendas
tentando entender suas texturas
com delicadeza e com ternura
alternando seus movimentos
com suavidade...e extase...
como se estivesse descobrindo
o miolo de uma flor
tocando minhas acetinadas petalas
percebendo-as com a ponta dos seus dedos
deixando-as desabrochar
na terra fecunda do seu amor...


Mary Fioratti




4 comentários:

Musician disse...

Mais um lindo poema amiga :)
E adorei as tuas ultimas fotografias, estas e és linda :)

Beijinho doce*

EL HIPPIE VIEJO disse...

BELLO POEMA .
TRASPASA LAS BARRERAS
DE LA PASIÓN .

ESPERO ESTÉS BIEN

PAZ Y AMOR

ADALBERTO

Zé Carlos disse...

Linda, Mary.... senti o perfume daqui da sua terra..... Se fosse masculino diria ser Visit do Azzaro, mas o seu não sei qual é....
Bjs do Zé

Juliana Fernandes disse...

Olá,
fiquei encantada com teu Blog.
Passei então pra lhe pedir um abraço e pedir que visite tb meu blog d versos e pensamentos.

Deus ilumine sempre seu caminho.