28 junho 2006






HA TANTAS COISAS ENTRE NOS




Ha tantas coisas entre nos
tantos retalhos, tantos sonetos,
tantas poesias, tantas emocoes
Percebo-o nas minhas manhas
entre risos e silencios
esparramando ternura em meu dia
trazendo-me aquela saudade
sentimento pausado de alegria
Nao so o percebo nas manhas
mas em meus dias
E quando sua presenca me faz falta
pego-me entretida a ler suas poesias
Encontro-o em cada estrofe
em cada pensamento
descortina-se esse mundo alem do horizonte
que voce me mostra de um modo tao intenso
Emaranho-me nas letras
como se o abracasse junto ao meu corpo
percebo-o de longe
como se voce estivesse perto de mim
Gosto desse amar as vezes turbulento
e essa nossa eterna constancia
e num arremedo de ousadia
fecho os meus olhos devagar
e apaixonada...beijo-o a distancia





®Mary Fioratti

3 comentários:

Zé Carlos disse...

...realmente entre as pessoas que se gostam, existem tantos retalhos, sonetos, sonhos compartilhados mas confesse, não é o rumo da felicidade?
Beijo enorme, do tamanho do Brasil..... ZC

de cenizas disse...

Me ocurre lo mismo que a ti... no sé portugués (estudié dos años en la universidad hace ya mucho..)Pero me encanta la poesía en portugués... y la entiendo bastante bien...
Con tu permiso, seguiré visitándote.

Bikos

de cenizas disse...

Perdona, eso lo digo por el comentario que dejaste a alexis.