12 fevereiro 2007



DORES INCURAVEIS




Fiquei simplesmente pasma ao ler no jornal e em varios posts, o que aconteceu com o menino João Hélio Fernandes. Li, reli, e cada vez que lia, ficava a imaginar a mãe olhando o menino a ser arrastado.
Procuramos dar tanta seguranca aos nossos filhos, como o cinto de seguranca.
No entanto, o proprio cinto fez com que o menino, alem de preso fosse arrastado.
Frustra-nos tremendamente saber que por mais que tenhamos cuidado com nossos filhos, essas barbaridades acontecem.
Senti a dor dessa mãe. Imaginem a dor da familia. Essa e uma dor irrecuperavel!.
Pode-se passar o tempo, mas ela sempre estara ali, viva, e principalmente com a falta do senso de justica.
Uma outra coisa que aprendi com o tempo...é nao ter determinada opiniao a respeito de certos valores.
Um deles: pena de morte.
E facil julgar quando acontece na familia de alguem. E facil dizer palavras como : "Eu nao concordo com isso" "E absurdo".
Eu ja "fui" contra pena de morte. Inclusive, quando o Saddam foi enforcado. Pensava que somente Deus teria direito de tirar uma vida. E alem do mais, pensei que ele merecia mesmo era sofrer, mas vivendo.
Hoje lendo o que aconteceu com esse menino, um forte sentimento de justica se deu dentro de mim.
Li que um deles era menor. E dai? Merecem mesmo a pena de morte. Friamente tiraram a vida de uma crianca, que com certeza, nem sabia o que estava acontecendo.
Meu Deus! Nao consigo tirar essa cena da minha cabeca. E pensar "quantas cenas" dessas acontecem por dia...
Fiquei a pensar em minha filha sendo arrastada. Pensei no desespero da mãe e da irma vendo tudo isso acontecer.
A noite isso nao conseguia sair da minha cabeca.
E hoje repito uma frase que li no jornal: "Quem AINDA consegue ser contra a PENA DE MORTE?"


®Mary Fioratti

6 comentários:

Zé Carlos disse...


Oi querida, infelizmente tudo o que vc falou está sendo uma triste mas perene realidade em nossa terra.
A "justiça" tem endereços certos mas nunca de acordo com a realidade, apenas de acordo com a "necessidade" dos poderosos famintos dos favores dos amigos do rei.
Que bom você estar longe desta fervura que só espirra em todos nós e nos deixa sujos por vivermos próximos da podridão.
Bjs do ZC

Amaral disse...

Pois, o problema maior está quando um caso semelhante nos atinge mais directamente ou mais de perto...
Também sou contra a pena de morte, mas há situações que vamos conhecendo e nos fazem reflectir e duvidar daquilo que nos parece admissível...
Saddam, Hitler e muitos outros, para além dos indivíduos que, repentinamente, aparecem nos escaparates cometendo crimes hodiondos e nos provocam calafrios no mais fundo de nós...

Ricardo Rayol disse...

Mary, somente a lei do talião poderá fazer justiça a esse caso. isso me revoltou de tal forma que nem sei o que faria.. mas uma coisa é certo, não ia deixar barato, morria mas matava esses animais da forma mais dolorosa possível.

Musician disse...

Oh minha querida, como há tantas coisas injustas neste mundo! :(
Esta situação é mais uma delas, infelizmente!

Um beijo no teu doce coração que amo.

Terezinha disse...

Mary,
Este acontecimento nos deixou,assim perplexos!E uma tristeza tao grande, saber que embora todo este sentimento de de pesar,por qual agora passamos,fique so por"agora".Como tudo que acontece por aqui,muito se fala mas pouco se faz...
Beijos
Te

Jéssica disse...

Mary, doce Mary, esse fato terrível, mais um aqui no Brasil, me fez tão mal; eu não sei se é pq no dia eu tinha feito quimioterapia, só sei que além de chorar muito e por muito tempo, tb vomitei a alma. Não sou mãe, mas tentei me colocar no lugar da mãe do menino e a revolta foi tão grande, que eu tanto qto vc, tb até ali contra a pena de morte, passei a ser a favor. Nesses casos é a única solução, pq mesmo sendo condenados e serão... e ainda quer peguem pena máxima, acabam sendo soltos depois de cumpridos 1/3... e pronto já estarão nas ruas de novo, prontos pra fazer a mesma coisa ou pior, se é que há pior do que isto.
A vida anda dura por aqui, mas acredito em Deus e por acreditar nEle, sei que um dia a justiça será feita. Beijos e um ótimo final de semana*.*