13 fevereiro 2007



SEM NOÇÃO



Vim ao mundo
mais rapidamente
do que o esperado
olhos fixos parados
no rosto de minha mãe
que me tomava
em seus braços mornos

Sem noção
Cresci aprendendo valores
tropeçando em regras
abraçando verdades

Sem noção
Encontrei você
em meu caminho
e compreendi o "doar"
trocando sentimentos
e verdades
aprendendo a amar

Sem noção
tornei-me mãe
Dei nesse aprendizado
o meu amor maior
O melhor de mim
O sumo de meu coração

Sem noção
procuro emoções instintivas
pintando a vida
de cores diversas
misturadas dentro
de meu coração sonhador

Sem noção
Hoje já vivi mais de meio século
E ainda continuo bebendo
As águas da vida
A procura de meu eu...

Sem noção
Sinto uma grande calma
E essa paz hoje encontrada
Rege meus dias
com algumas fantasias...

Sem noção
Vi as rugas de meu rosto
a mudança de meu corpo
e o que ficou para trás, eu reconheço
que sem noção de ate quando
sinto que eu me aceito
e eu me amo
Muito mais!

®Mary Fioratti

10 comentários:

Musician disse...

Que delicia de poema querida!
Não há maior amor que o amor de mãe!
Gostei muito, como sempre!

Um beijinho enorme*

Sir-K disse...

Olá amiga.

Que posso eu dizer!!!
Talvez agradecer as tuas simpáticas palavras no meu blog.
se o meu poema é bonito
o teu é lindíssimo.

Ps: penso que não tens selo link, sendo assim vou levar o endereço para colocar no meu blog.


Boa semana
sir.k.tibete@gmail.com
Beijos e um sorriso.

Sir-K disse...

Olá mais uma vez.

Afinal encontrei o teu selo:)
Está já no meu blog numa das caixas link.
Já vi aqui tb o meu.

Bem-haja

Boa semana.
Beijos e um sorriso.

Daniela Mann disse...

AAAAhhhhhh ficou lindissimo!!!
Sem noção, ganhei uma amiga poetiza! Que bênção!
Beijinhos

collybry disse...

Olá...Gostei muito de ler, este poema forte de sentimento...meu rasto____________Cõllybry

Zé Carlos disse...

Mary querida beijão por que VOCÊ É MÃE e não se discute mais....
Bjs do Zé

Amaral disse...

Que beleza!
Talvez o "sem noção" não seja exactamente o termo apropriado, porque acredito que em toda essa caminhada, a noção de ser foi-se aprofundando e evoluindo.
Um poema explêndido, porque faz uma viagem pela vida, ao som das emoções muito nossas!
Vieste ao mundo, experienciaste o mundo, e escalaste a escada da evolução!

david santos disse...

Hola!
Bello, bello y bello!
Muchas gracias.

Terrzinha disse...

Cunhadinha,
Talvez ,esta seja uma das mais belas poesia que escreveu.
Realidade e sentimentos colocados de forma ludica.O importante e que mesmo"SEM NOCAO",a gente possa tirar dessas fases mudancas,o reconhecimento e o amor por si.
Beijos,
Te

Ricardo Rayol disse...

Nossa vida é levada de roldão pela falta de preparo e noção..... e na maioria das v ezes somos bem sucedidos.. espero