15 fevereiro 2007




MEUS PEDAÇOS



Tenho tantos pedaços…tantos!
Sou dividida em almas
E calmas
Sou dona das minhas paixões …paixoes confusas
Que em alguns momentos mostram-se
Tão difusas
Numa parte de mim que se perdeu

Sou feita de tantos retalhos
Sofridos, encantados, pobres espantalhos
Desta verdadeira essência
Que sou eu

Sou feita de tantos pedaços
Que compõem essa minha alma vaga e andante
Às vezes quero ser somente a amiga, a companheira
Outras horas… a fogosa e despudorada amante…

Divido-me toda não conseguindo juntar meus pedaços
Quero-me inteira! Quero de tudo um pouco sentir
Um lado meu quer todos os seus abraços
O outro lado...procura a porta para partir

®Mary Fioratti

,

14 comentários:

Musician disse...

Tu és tu :-)
E eu adoro-te assim, tal e qual como és :)

Mais uma poesia linda tua!

Mil beijinhos*

Nilson Barcelli disse...

"Sou feita de tantos pedaços
Que compõem essa minha alma vaga e andante
Às vezes quero ser somente a amiga, a companheira
Outras horas… a fogosa e despudorada amante…"


Também os diversos pedaços da sua poesia são diferenciados, mas nem por isso menos belos.
E você junta-os de uma forma harmoniosa e muito poética.
Gosto de ler os seus poemas. São muito bem escritos.
Bom fim-de-semana.
Beijos.

Conceição Bernardino disse...

Bom dia,
“os sonhos são como o vento, sentimo-los, mas não sabemos de onde vêm nem para onde vão” – Frase de Augusto Cury...

Vale apena pensar nisto, nos seus sonhos, faça deles a realidade da existência.
Belo
Bom fim-de-semana
Beijinhos
Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Jéssica disse...

Maria!
Simplesmente Maria!
Assim é você. Esse nome te caiu perfeitamente. Maria lembra simplicidade e é assim que nós que te admiramos e amamos vemos você, simples como a água, porém necessária.
Nessa madrugada, uma hora daqui, lendo você, admirada porém não surpresa, andando entre essas paisagens geladas das fotos, me abeberando de tão lindos poemas, fui dormir feliz, serenamente pensando em comos eria bom se um dia eu pudesse te abraçar. Dormi e sonhei com vc. Eu aí na tua casa te dando um terno, demorado e carinhoso abraço. E como vc é linda!
Amo você minha doce Maria, te ter como amiga mesmo que só no virtual é um privilégio enorme. Vc é daquelas pessoas que vale muito a pena conhecer e manter a amizade.
Obrigada por vc existir!
Um beijo e fica com Deus*.*

Amaral disse...

No labirinto da vida, há caminhos que se dividem e subdividem, e aí confundem-se as paixões, as emoções, as sensações do ser...
Os teus pedaços são "aquilo" que és, neste único instante em que tudo se cria, dentro da essência do Tudo Que É.
Esta tua alma "aqui", que pode estar a "ser" a outros níveis de consciência, tem a sua forma de estar envolvida na felicidade que te faz bem e dá serenidade interior.
As tuas partes de ti que, até agora, tantas emoções criaram, são agora a VERSÃO mais grandiosa que escolheste para te afirmares como ser de luz numa vida terrena.
Embora, no íntimo, na essência, um outro lado desperte fugazmente e queira um pouco mais, um nadinha mais... que talvez nem tenha qualquer força...

Endless... disse...

Tantos pedaços de ti, dão como resultado final a pessoa maravilhosa que ÉS!!!!
Mais um texto sublime e fabuloso!

Beijinhos

Joel Langarika disse...

and in those pieces, we found you with your big bright smile and your warm heart. I do hope u have had a wonderful valentin`s day. with much love, joel. from my deep blue sea.

Zé Carlos disse...

Oi menina, de todos os "Seus Pedaços" felizmente um eu conheço.. e tenho a felicidade que muitos invejariam.
Sou da mesma cidade onde você nasceu e tive o grande privilégio de poder te dar um abraço forte e um beijo, aqui na nossa terra....
Você realmente é dividida, entre melhor e ótima.... amo as duas formas.
Teu amigo, Zé

Pé de Salsa disse...

Olá Mary,

Como te entendo...
Esses teus "pedaços" estão descritos de uma forma quase mágica e fazem-te sempre e cada vez mais, mais bonita.

Não tenho podido comentar por diversos motivos alheios à minha vontade mas vou continuar a ler-te sempre que possível.

Tem um bom fim de semana.

Um beijo grande para ti.

daniel sant'iago disse...

Partir...
Para ir para onde?
Uma viagem de ida e volta?
Regressar à porta donde se partiu?
Beijo.

Alexis Coald disse...

Cada ser se compone de muchos pedazos de vida,cada uno aportando al aprendizaje de la vida.
Mary,todos somos esos pedazos que conforman la maravilla de este bello mundo.
Amiga trata de apreciar cada uno de esos pedazos mira que la felicidad depende de cada uno de ellos.

Te abrazo desde mi alma,mucha luz para esta semana, te quiero mucho.

Alexis Coald

Sir-K disse...

Olá amiga.
Venho fazer uma visita,
e agradecer as suas palavras,
no meu blog.

Simplesmente bonito o poema.
Todos nós a certa altura nos procuramos...
nem sempre nos conseguimos encontrar!
Certo é a porta de partida... mas existe até lá o sonho!
O sonho… é de encontrar o nosso ser,
que ficou um dia numa esquina qualquer da vida,
num possível desgosto da mesma…
um dia temos a necessidade de o reencontrar,
talvez neste ou noutro patamar.

Sir-k


Boa semana.
Beijos e um sorriso.




sir.k.tibete@gmail.com

Conceição Bernardino disse...

Boa noite,

Eu não sou de ninguém!... Quem me quiser
Há-de ser luz do Sol em tardes quentes:
Nos olhos de água clara há-de trazer
As fúlgidas pupilas dos videntes!
“ Flor bela Espanca”

Esta é a forma que eu encontro para comentar
A mais pura a que eu vos quero entregar
A minha amizade...
Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Alex disse...

"inteira", é como costumo dizer, quem me aceita inteira, terá de mim o que tenho para dar por inteiro. Eu.
Gostei do teu sorriso e da tua entrega.


Quanto ao comentares os comentários, imagina que eu até faço posts com os comentarios de amigos que caminham ao meu lado ha 2 anos.
Beijo Mary, continua a sorrir!