15 outubro 2006




ANDO COM SAUDADES DE MIM





Nao me encontro mais. Nao faz muito tempo eu tinha um pedaco de tempo para mim, onde rabiscava meus sonhos. Hoje tudo que eu sinto e que o tempo esta passando, e eu estou ficando...


T E M P O



tempo espere-me
acene-me na distancia
vamos marcar um encontro
traga-me todas aquelas lembrancas
que voce levou
de-me uma oportunidade
para refazer momentos
resgatar alegrias
viver todas as fantasias
Impeca-me de dizer "nao!
traga-me todos seus livros
com minhas historias escritas
e de-me a oportunidade
de reescrever alguns capitulos


Sabe o que eu queria reescrever? Comecar a ser mae novamente. Relembrar o dia que adotamos minha filha e fomos busca-la. Queria aquele sentimento de "primeira vez", de reviver o momento que levantei o cobertorzinho e vimos seu rosto.
Depois eu queria viver com ela tanta coisa que nao vivi!
E voce? Se tivesse a oportunidade de reescrever uma parte da historia da sua vida, o que escreveria?


Mary Fioratti

10 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Nossa Mary, tanta coisa tanta coisa. tantas que nem quero relembrar pois me angustiam. Essa pergunta é daquelas que deixa muita gente tonta. brilhante!

Zé Carlos disse...

Oi Mary, mas com esta música é covardia.... a gente não raciocina direito - só sente !!!!

Eu tenho muita vontade de reescrever meus tempos de faculdade... aquela mistura de responsabilidade com a irresponsabilidade da idade... a mistura da razão com o ilogismo.... tem coisa mais deliciosa?

Beijos linda... ZC**

Poemas e Cotidiano disse...

Eh verdade Ricardo...eu tambem senti a mesma coisa quando escrevi. Que essa era "uma" das coisas que eu queria viver. Mas queria viver tantas! Apagar tanta coisa, reescrever de novo...
Beijos
MARY

Poemas e Cotidiano disse...

Ze, eh verdade mesmo...Que delicia essa mistura de irresponsabilidade com responsabilidade daqueles tempos.
Um beijo querido
MARY

Kafé Roceiro disse...

Não queria viver nada do que já passou. Pareço drástico? Não, não sou. Só acho que o que faz as pessoas sofrerem se chama PASSADO. Ninguém faz análise por que sofre pelo hoje ou pelo amanhã. Só sofremos pelo passado. E já passou! Tá enterrado! Alguns chegam no analista e dizem: Minha mãe não foi boa o suficiente ou meu pai foi pegajoso demais. Mas e o hoje? Vamos curtir juntos o hoje? Topas? Acabe, extermine seu passado. Curta sua filha hoje. Saia com ela de bicicleta hoje, chame seu marido para um jantar a luz de velas hoje com um vinho bem massa e uma massa bem massa! Eh! Eh! Falou? Tá falado? Beijos e mil beijos do seu amigo Kafé.

Kafé Roceiro disse...

Tenho certeza que irás bem na entrevista hoje, tá? Torço por você sempre.

Emanuelle disse...

Lindo seu blog, Mary!

Janine Bettencourt disse...

Eu certamente procuraria em mim os erros e não os cometeria novamente... ou talvez cometesse foi com eles que cresci.
Encontre-se... andar perdida não lhe trará nenhum conforto.
Abraço,
Jana Bettencourt

Anônimo disse...

Eu com certeza voltaria a uma cidade do interior de Minas, onde fui buscar o meu amor e se a trouxesse jamais deixaria que fosse embora como deixei...

Alexis Coald disse...

Querida amiga

Sabes cuando uno quiere revivir momentos antiguos es tiempo de comenzar a vivir cosas nuevas.

Te mando lo mejor de mi, te quiero mucho amiga, no sabes cuanto.

Alexis Coald