10 agosto 2006




ESSE CALMO AMOR




Tantos anos juntos
Repartindo nossas vidas
Somos dois barcos
Que navegam no mesmo oceano
Sobre diferentes ondas

Minhas ondas são altas e perigosas
Subo com meu barco em alto mar
Furo as ondas ... rio alto
Bato a cabeça nas pedras
Quero emoção!

Suas ondas são baixas e estáveis
Voce navega com seu barco
Olha direto para o horizonte
Paisagem sem mudanças
Planeja sua rota
Foge das ondas
Quer a razao!

Assim somos nós
Dois diferentes barcos
Em um mesmo oceano
De vez em quando
Você me acena de longe
Mostrando que está ali
quando eu precisar

Voce assiste de longe
A minha busca
Com seu jeito sereno
E eu vou, ando, corro, volto
Mas meu porto de chegada
É sempre seu aceno

Você é minha rocha
Meu lugar seguro
Meu porto
Meu destino

Eu sou sua ilha
A parada para descanso
O oásis necessário
Seu desatino

®Mary Fioratti

9 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

Título? "UM AMOR FELIZ!"
Se errei peço mil desculpas... mas só de ler dá prazer!!!

Zé Carlos disse...

Parabéns Roque por esta mulher maravilhosa e ainda conceituada poeta que assim pode contar ao mundo o amor de vocês.
Abraço...

Kafé Roceiro disse...

Querida Mary,
Vá lá no Kafé e diga o que achou do novo formato. Se não tiver gostado voltarei ao que era antes.
beijos,
Kafé.

Poemas e Cotidiano disse...

Rouxinol: Acertou e muito!
Beijos e obrigada pela sua tao querida visita!
MARY

Alma da Terra disse...

Saudações!!
Obrigado por ter compartilhado um pouquinho de você comigo.

TE DESEJO UM DIA MÁGICO
***************

:::: Alma da Terra :::::

Ju disse...

Que coisa linda essas palavras.
Vc tem uma alma poética encantadora =)

Ótimo final de semana!

Beijos

Joel Langarika disse...

From my grave I came to say hello. As always your words are full of life. the same that here i am need it. Cheers!

Alexis Coald disse...

"Somos dois barcos
Que navegam no mesmo oceano
Sobre diferentes ondas"

Somos dos barcos que navegan en el mismo océano, sobre diferentes olas.

Que bello poema Mary, me gusto de principio a fin, te felicito.

Alexis Coald

o alquimista disse...

Amor...ah este amor que faz nascer flores de um monte de pedras...parabéns ao teu companheio, ditoso pois tem o amor de uma grande "Mulher"...

Beijo