15 setembro 2006




DESTINO




Destino…
Quem é esse desconhecido
Que se esconde
Nas esquinas da vida?
Ha horas parece ter uma lança
Que entra no meu peito
Outras horas traz momentos
Que encantam…e acalantam…
Destino
Deixa-me culpá-lo
Por todas as coisas erradas
Da minha vida
Das minhas lágrimas sem razão
Das dores do meu coração
Das minhas noites sofridas…
Destino… cavalo alazão…
Deixe-me montar em suas costas
Leva-me para onde
você pensa que tenho que ir
Sei que você sabe o caminho
Mesmo antes de partir
Mas quando galopares
Em direção àquela estrela
Pare neste exato momento
E deixe-me vê-la!
E se na sombra do entardecer
Meus olhos fixarem-se à distância
E for percebido um brilho mágico
Em meu olhar
Pare Destino! Por piedade!
Afrouxa meus laços
Deixa-me descer
Apruma seu corpo fidalgo
Galopa de volta afoito
para a sua próxima vitima
Deixe-me sozinha
No encontro com minh'alma
Nesta hora mágica
Do meu "Renascer"

®Mary Fioratti

13 comentários:

El Navegante disse...

Vc vai renascer, tem certeça, por que é muito mais bonita e valiosa que o Ave Fénix.
Tem que ter a força emocional para seguir caminhando con isse sorriso qu eé un sonho, que fala de bondade, de amor.
Cómo achar que alguém coimo vc, nao vai encontrar a felicidade plena que merece.
E imposivel que nao seja assim e te lo desejo con tudo meu coraçao.
Muito obrigaod pela linda visita e tuas palabras, minha cara amiga.

FELICIDADE, E UMA CIDADE PEQUENINHA,
UMA CASINHA UMA COLINA,
CUALQUER LUGAR QUE SE ILUMINA
CUANDO A GENTE QUERE AMAR.

SIMONE canta ista beleza,acho que conhece .
Dedico a vc.

daniel sant'iago disse...

E se o destino não existisse... só tínhamos que renascer a cada momento... como quiséssemos!
A liberdade de dominar as "marés"!

daniel

Saramar disse...

Qerida, como tem razão!
O destino é realment eum alazão desenfreado e sem rumo a nos carregar de um lado para o outro à sua vontade irretorquível!
Porém, em alguns momentos, conseguimos domá-lo, felizes que somos.

Beijos

Nilson Barcelli disse...

Não conhecia o seu blog e estive a ler por aí abaixo.
Gostei muito dos seus poemas. Você escreve muito bem.
Também gostei dos textos que li.
Um bom blog, portanto. Os meus parabéns.
Beijinhos.

Alexis Coald disse...

Amiga el destino es un camino que hay que recorrer con amor, como tú sabes hacerlo, que tengas buen fin de semana.
Bellas letras he imagen.

Cariños

Pé de Salsa disse...

Olá Mary,

É tão bonito este seu poema...
E esse cavalo alazão que nos levaria (por culpa do destino)...
Afinal, o que é o destino? Será que ele existe? Ou será que nós mesmos traçamos o nosso destino?
É nostálgica a sua poesia mas muito bonita.
Estive uns dias fora e agora, emociono-me ao ver os seus últimos posts. De alguém que sente e sabe transmitir aos outros esse sentimento.
É sempre um prazer e sente-se uma lufada de ar fresco ao lermos os seus escritos e apreciarmos as suas imagens.

Um bom fim-de-semana e um bjico para si.

EL HIPPIE VIEJO disse...

QUE A TU DESTINO LO ENVUELVA EL AMOR , TAN NECESARIO COMO LAS OLAS AL MAR .

MARY

RECIBE MIS SALUDOS
QUE TENGAS UN BUEN DÍA

BESOS

ADAL

Luis Duverge disse...

Sempre que quiseres terás o teu destino basta quereres. Para renascer basta ...mudar a forma de pensar, reflectir e
...adivinha ?
Nem todos os sonhos chegam à realidade mas que pelo menos alguns a alcancem, são os meus votos

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Mary:
Foi um prazer vir aqui ver as tuas novidades.
Desejo-te um bom fim de semana.

Um beijo,

Mily disse...

Amiga querida! Atualizei a leitura e estou aqui, até agora, encantada com a beleza do teu poema "ESTENDO MINHAS MÃOS".

Gostaria de tê-lo escrito... ele me diz tanto!

Outro belo poema "DESTINO". Quem saberá dizer ao certo se tecemos nós mesmos o nosso ou se apenas seguimos o que já está traçado?

Entre os dois poemas fiquei enternecida com o aquário que você fez para sua filha... tão lindo! Tão belas as suas palavras de uma saudade antecipada... Vai ser deveras emocionante a cerimônia que se fará em outubro. Já te vejo toda orgulhosa levando a bandeira... já vejo as lágrimas caírem... acredite, amiga, a teu lado estará um anjo com um vaso de cristal recolhendo suas lágrimas que, certamente, serão levadas para adubar alguma estrelinha necessitada de cuidados.

Em junho/07, amiga querida, outro tanto de lágrimas... mas você bem sabe que o caminho de sua filha está lindamente traçado, porque vocês souberam conduzi-la pelo caminho do bem, da integridade, e puderam lhe dar tudo aquilo que um ser humano precisa para percorrer o próprio caminho.

Deixo um beijo, amiga querida, junto de um sorriso e de uma flor, nos votos de que seu domingo seja plena de alegrias.

Kafé Roceiro disse...

Beleza,
Maravilhoso o poema. Fiquei boquiaberto como sempre. Tanto romantismo...Agora você é comédia nos seus comentários. Sabe que eu me pego rindo sozinho... Êita Mulé arretada. Cê devia ser comediante!Adoro tudo, seus comentários, seus poemas, enfim, você!

Daniela Mann disse...

"Destino
Deixa-me culpá-lo
Por todas as coisas erradas
Da minha vida"

Isto é tão verdade! Aqui até costumamos dizer que o destino tem as costas largas!!!
Beijinhos minha querida.

Alexis Coald disse...

Mary

El destino es una quimera solo importa saber vivir cada momnto con verdad y amor,belleza de letras