18 setembro 2006




MEU SILENCIO




Quero hoje ficar em silencio
embalando este sentimento
que me arranca da terra
pela raiz
como aquelas tempestades
que chegam violentas
e os trovoes sao assustadores
e os raios devastadores
Quero hoje ficar em silencio
para sentir sua presenca
que em mim se infiltra
lentamente
quando debrucada em meu travesseiro
ouco os pingos da chuva no telhado

um
.
.
a
.
.
um
.
.

Quero hoje ficar em silencio
suavizar a ferida da minh´alma
que queima como uma fogueira
quando penso em voce
esperar uma palavra sua
uma caricia, uma ternura
uma poesia com som de madrugada
ou mesmo seu silencio
e mais nada....


®Mary Fioratti

10 comentários:

Kafé Roceiro disse...

Mas você não combina nadica com o silêncio. Você é realmente legal quando fala muiiiiiiiito! É assim que comenta no blog, parece que estou te vendo falar. Legallllll pra carrrraaaammmmmbbbbaaa! Beijos e mais beijos.

TINTA DEL CORAZON disse...

Cuando los sentimientos reinan,
los silencios hacen reverencias.

AS disse...

Querida Mary, a melodia do silêncio por vezes é triste...eu sei!...

Um terno beijo...

Nuno Carvalho disse...

Olá Mary, gostei muito do poema

Pé de Salsa disse...

Muito lindo e original.

um
.
.
a
.
.
um
.
.

Gostei Mary!
Beijo

nina disse...

Os versos estão perfeitos e dão prazer em le-los, Mary.
Sabe, eu amo o silêncio, acho mágico ficar a sós comigo mesma e ouvir o silêncio. Já ou viu falar nisso, ouvir o silêncio? Parece estranho né? *risos. Mas é isso mesmo, no silêncio nos ouvimos e nos enxergamos melhor.

beijo grandão pra vc, amiga.

Peguei seu 'link-me' que por sinal é lindo, viu?

Ricardo Rayol disse...

Muito bacana o que escreveu.

Pegando carona no seu comentário lá no Kafé o Poderoso Chefão é um marco como filme, dá um desconto pelos tiros :-)

Kafé Roceiro disse...

Tá caladinha ainda? O que houve. Quando se cala é porque aconteceu alguma coisa. Chegou cansada do trabalho, brigou com o cachorro, mordeu a língua? Diga-me... Beijos procê, querida Mary!

o alquimista disse...

No teu silêncio há tanto som, tanta musica...sente!A ternura olha-te, o amor está a bater no teu lado esquerdo do sentir...!

Um muito e especial doce beijo e um sorriso...

Alexis Coald disse...

Mary el silencio de su alma dice mas que mil palabras, el silencio es fuente de poesía, bello escrito