13 novembro 2006




AUTORIZAÇÃO



Imaginei-te
eras apenas um sonho
que cruzou minhas noites
sem pedir licenca
Hoje autorizo-te
na mais profunda saudade
que atues no palco
da minha realidade




®Mary Fioratti

7 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Lindo texto Mary, perfeito

Alexis Coald disse...

No quiero imaginar ser un sueño en tu vida quiero compartir eternamente tus poemas y letras, bello escrito.

Te quiero mucho amiga,ahora estoy mejor, pero aún en cama.

Te abrazo y mucha luz para esta semana.

Pé de Salsa disse...

Bom dia querida Mary,

Essa sua transposição do sonho para a realidade está linda!
Gostava de saber escrever assim. Conseguir diz em poucas e belas palavras tudo o que me vai na alma.

Um beijo para ti, Mary.

Musician disse...

Que lindas palavras Mary!
Adorei mesmo...poucas mas que dizem tanto ;)

Um beijo carinhoso desta tua amiga que te adora*

Kafé Roceiro disse...

Lindo mesmo! Tudo aquilo que faz é lindo, Mary!

Zé Carlos disse...

Beleza menina.... já disse muitas vezes mas vc é mestre...
Bjs do ZC**

Jéssica disse...

Da fantasia ao sonho e do sonho à realidade... assim (quase sempre)arrematamos a vida.
Lindo texto, sucintamente lindo.
beijo*.*