17 janeiro 2007



RAIO DE SOL (Poetrix)



Voce é o raio de sol
que arde o meu corpo
e aquece a minha alma


®Mary Fioratti





11 comentários:

Amaral disse...

Lembra aquele poema "Com três letrinhas apenas/ se escreve a palavra mãe..."
O "raio de Sol" é, em sentido figurado, a luzinha que "aquece a alma" e "arde o corpo"...
Hoje, fizémos coincidir dois poemas simples, mas cheios de muito, não foi?...

Kafé Roceiro disse...

Mui lindo, minha frô!
Sodade docê pra burro (como dizia meu Velho). No mais, estou sem net, estou vindo na cidade para postar de grão em grão. Mas semana que vem o rapaz que instala me deu garantia. Veremos se é de palavra. Beijos e me aguarde.

Musician disse...

Querida, em poucas palavras tantos e bonitos sentimentos!
Tenho saudades tuas!
Um beijinho cheio de amor desta amiga que tanto te adora.

Jonice disse...

Sabe aquele filme do Dustin Hoffman, The Little Big Man? ... Então, this is The Little Big Poem! Que bonito, Mary.
Beijinho :)

Anônimo disse...

PROCURA-SE UMa AMIGA
Não precisa ser mulher - basta ser humano, ter sensibilidade e ter coração.
Precisa de saber falar, de saber calar e, sobretudo, de saber ouvir.
Que goste de poesia, do alvorecer, de pássaros, do sol, da lua e do murmúrio das brisas.
Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir a falta de não ter esse grande amor.
Deve guardar segredo sem sacrificar-se. Não é imprescindível que seja em primeira mão, nem mesmo em segunda; pode já ter sido enganada (todos os amigos são enganados).
Tem de ter ressonâncias humanas; seu principal objectivo deve o de ser amigo; deve sentir a tristeza das pessoas e compreender o imenso vazio dos solitários.
Procura-se um amigo que tenha os mesmos gostos e que saiba conversar de coisas simples.
Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque se tem um amigo.
Precisa-se de um amigo que, a sorrir, nos bata no ombro e creia em nós.
Precisa-se de um amigo para se ter a certeza que ainda se vive.
http://maelesbica.blogspot.com/

Zé Carlos disse...

Mary, você é o raio de sol.....

Que bom que o Kafé começa a aparecer... mata a saudade dos amigos/as....

Bjs do Zé

missixty2000 disse...

Está simples e bonito!
Já que gostas de fotos bonitas, vai ver ao meu blog umas antigas que eu lá pus!
beijinhos

eu disse...

Com poucas palavras, vc diz tanto !Belissimo !!!

beijos no coração

Jéssica disse...

É o contra-ponto, ele queima, arde, mas aquece...
Tudo tem seu valor!

Jéssica disse...

Que bom ver o Kafé aqui, de grão em grão, indo à cidade, ele nos faz feliz com seu retorno. Beijosssssssss, Kafezito

Pé de Salsa disse...

Lindo, lindo, Mary.

Em poucas palavras consegue dizer quase tudo.

Adorei mesmo este poema tão pequenino e tão delicioso.

Um beijo pra você.