24 dezembro 2005




NATAL



N de nascimento
A de amor
T de ternura
A de alegria
L de luz...

Gente correndo,
Pacotes nos braços,
Crianças sorrindo,
Pois é NATAL...

Papéis coloridos,
Vitrinas festivas,
Pinheiros tão lindos,
Pois é NATAL...

Caminhos se abrindo,
Amor transbordando,
Esperança surgindo,
Pois é NATAL...

Pessoas doando
O que têm de melhor,
Perdão aflorando,
Pois é NATAL...

Dinheiro encurtando,
Mas a fé aumentando,
Como bola de neve,
Pois é NATAL...

Jesus-Menino
Em todos os lares,
As preces se erguendo,
Pois é NATAL...

Passarinhos cantando,
Flores se abrindo,
Tristeza fugindo,
Pois é NATAL...

Sinos repicando,
Mil vozes se afinando,
Para em côro cantar,
Pois é NATAL...

Que dia tão mágico,
Não existe inflação,
Juros altos, recessão,
Pois é NATAL...

E a humanidade inteira,
Pelo menos um dia,
Vivendo em harmonia,
Pois é NATAL...

Marília, Natal de 2005.

Carmencita

4 comentários:

☆Fanny☆ disse...

"Viver o Natal é permitir que Deus faça morada no nosso coração..."
Festejemos a alegria de estarmos vivos, deixemos a nossa alma voar em busca de novos sonhos,
deixemos que as estrelas da felicidade iluminem nossa existência
Um Feliz Natal cheio de sorrisos interiores, muita saúde, muitas alegrias e realizações.

*Carinhos Infinitos*
Fanny

Maria Lúcia disse...

Tia Cida
Lindo e verdadeiro poema.
Natal é um dia especial e que este sentimento permaneça sempre em nosso interior, por todo ano.
Um grande beijo e Feliz Natal!
Maria Lúcia

Zé Carlos disse...

Oi Mary, olá Carmencita, lindo este poema de Natal.... Que o Jesus menino esteja no coração de vocês.... Beijo enorme do amigo de todas as horas, Zé Carlos

Anônimo disse...

Mary,

Beleza de poema, como sempre! Quando você não escreve bonito?
Beijos natalinos!

Clésio Boeira