04 janeiro 2006




DESCOBERTA






Quero aqueles gestos puros
nascidos de dentro da alma
como uma crianca que vem ao mundo
e exprime seus sentimentos
sem explicacoes
Porque os gestos puros
eles nao tem maculas de outros gestos
simplesmente existem
nascidos da semente do coracao
Quero aquele olhar cheio de encanto
que quebra a beleza da noite
e parte as estrelas em mil pedacos
E arregaca a lua toda
descobrindo o que ela guarda
ouvindo as cancoes puras
que emanam do verdadeiro ser
Quero aquelas palavras
vindas de dentro do coracao
que nao sao achadas em livros
nem em poesias
quero aquelas que ninguem ainda disse
frases ineditas
que vivem presas nas teias da alma
Quero aquele impulso latente
da verdade pura
descobrir o segredo da vida
encantar-se com a musica
embutida nos sonhos
E viver a vida como uma crianca
descobrindo pelo tato
pelo cheiro
pelo olhar...
tudo totalmente inedito e puro
como um primeiro "acordar"....



®Mary Fioratti

Um comentário:

Te disse...

Mary,
Como sabe,sou admiradora de suas poesias e escritos,todos de muita sensibilidade.Tenho um grande"LOVE",por voce.
Esta poesia me tocou muito,mesmo tentando enxergar o mundo de maneira singela,como o primeiro olhar.........O ranço do cotidiano,tira este olhar pueril.
Beijos,minha cunhadinha.