27 janeiro 2006



(NATAL DE 1981)

PLANTANDO SEMENTES




Quando penso em minha mãe
Inunda meus olhos de ternura
E meus braços ainda a procuram
Quando as perguntas dançam
Em minha mente
“O que você acha mãe?”
E a resposta sempre era
Detonada com seu coração
Como era importante para mim
Ouvir minha mãe
Tantas vezes ela me disse coisas
Que no momento eu não valorizei
E hoje penso
Que cada palavra sua
mesmo sussurrada
Plantou uma semente
Que gerou um galho frondoso
Na arvore do meu ser
Por muito tempo eu não percebi
Que aqueles galhos estavam ali
E que com o tempo
Nasceram fortes e me ampararam
Como dois braços poderosos
Mães são assim
Passam a vida inteira
Plantando sementes
Sorrindo com ternura

®Mary Fioratti

7 comentários:

Musician disse...

Vejo-me nas tuas palavras!
Tambem adoro a minha mae, sao a melhor pessoa que temos na nossa vida!
Beijinho grande para ti*

Maria Lúcia disse...

Lindo seu poema, mana.
A presença da mãe sempre sobrevive dentro da gente e muitas vezes nos orienta nos momentos mais difíceis.
E a nossa mãe, com sua extrema sensibilidade, plantou muitas sementes.
Beijos
Maria Lúcia

Bea disse...

Oi Mary

Estou conhecendo teu blog através da dica do zé carlos ( fotolog Urupes ) .O post de hj é mto belo, e me emocionou pq me fez lembrar de minha doce maezinha. Não consegui ver tudo por aqui ,mas o pouco q vi , deu pra perceber q há uma veia poética por aí. Continues a emocionar a gente com tuas palavras , é mto agradável vir aqui ,ler, reler, pensar....,questionar, sorrir, chorar.....
Valeu cara poetisa
Um abraço Bea

Edna Feitosa disse...

Lindo demais seu poema, minha querida!
Todo sentimento de quem sabe plantar ternura nos versos, como vc sabe!
E essa música...meu Deus, como adoro Nana Mouskouri!
Um abração, minha querida!
Continue assim inspirada.
Edna

A .Carlos disse...

Mary,
Lindo poema, belas palavras a uma Mãe...
Belas sementes de galhos plantados,
bela homenagem ,a quem nos trouxe ao mundo....
bjs
:)

Zé Carlos disse...

Mary querida, vc sabe que eu posso atestar:

"Mães são assim
Passam a vida inteira
Plantando sementes
Sorrindo com ternura "

Linda sua homenagem... lindo final de semana, bjs do Zé Carlos

daufen. disse...

Mãe...por mais que escrevamos não encontraremos nunca definição. Mãe e Mãe pronto...rs

Bela homenagem.
beijos.