17 janeiro 2006




PERFUME DE MULHER
Vendo ontem a "Casa do Ze Carlos", alias um artigo muito interessante da Martha Medeiros - leiam! http://zecarlosmanzano.blogspot.com/ e ouvindo aquele tango lindo, lembrei dessa poesia que fiz ha muito tempo, quando me inspirei no filme "Perfume de Mulher" e a belissima danca do Al Pacino. Confiram!




DANÇA DA VIDA




Bastou-me aquele olhar
profundo
que desenterrou meu coração
pelas pupilas
e que mexeu com meu sangue
misturando sensações
Seu corpo perto do meu
nossas pernas coladas
aquele desejo insinuado
ao mover de suas mãos
Bastou-me o seu cheiro
másculo
e sentir com meus dedos
seus cabelos suados
enquanto sua boca
murmurava palavras de amor
Tremula de paixão
sua voz mais parecia
aquelas taças de vinho
saborosas
que me deixavam
deliciosamente tonta
tilintando sem parar
em meus ouvidos
Nossos corpos se moviam
grudados
e podíamos sentir
todas as saliências e curvas
da nossa pele
Beijei a sua boca
em um apelo urgente
quando a sala toda rodou
enquanto que de olhos fechados
sentia seus lábios macios
que se moviam nos meus
Momento mágico
Quando em cada célula sentida
Entre labirintos de desejos
Fez-se a dança da vida...

®Mary Fioratti

4 comentários:

zezinho disse...

Adoro a sensualidade de um tango. Só os Sul-americanos poderiam ter criado algo similiar.
Gostei de passar por cá e a ter de alguma forma descoberto.
Beijo

mixtu disse...

gostei muito...

sobre o tango...adoro e odeio-o, pois pedem-me para dançar e eu não o sei dançar... que raiva... :)

Musician disse...

Como é bom vir aqui ao teu cantinho....ohh...como gosto :)
O poema é lindissimo! Parabens ;)
A musica tambem é cativante, apetece ja dançar e eu que tanto gosto de faze-lo ;)
Beijinho enorme*

Zé Carlos disse...

Mary querida, lindo seu poema.... este tema, esta música, este filme dão margem a muitas obras de arte a vocês poetas..... Use-as todas mas não se esqueça de dançar com seu amor, esta música... em qualquer lugar do mundo ... Bjs do Zé Carlos