12 julho 2006




ÍMPETO




Não quero tentar descobrir
as razões do meu coração
Quero entendê-lo
pelas batidas
E deixar-me levar
pela sua música
Quero mover-me
languidamente
pelo seu ritmo
E de olhos vendados
seguir a trilha
que ele traçou...
Não importa
se ela é passageira
se há sinais vermelhos
colocados pela razão
Quero só hoje
Indiscretamente
Seguir a trilha
Do meu coração

®Mary Fioratti

Um comentário:

Alexis Coald disse...

Mary
YOUR POEM,PHOTO IS BEAUTIFUL.

A tus pies

Alexis Coald