31 julho 2006




PONTO DE REFERÊNCIA




Há um ponto
que fica no meio
ponto redondo
bem no centro
de um espaço
delineado e perfeito
Encaixo-me
nesse apelo magnético
e nesse momento
somos um só ponto
que se fundem
no equilíbrio do existir
Seus olhos
sao os faróis que me guiam
seus braços conduzem-me
nesse encaixe
alinhavando cuidadosamente
os meus sonhos
rematando-os docemente
com a realidade
Este ponto
delineado, visível
suga-me com as esferas
devolvendo a parte de mim
que se perdeu
Esse ponto
bem no
c
e
n
t
r
o
desloca-me lentamente
para dentro
do meu eu


®Mary Fioratti

6 comentários:

Luiz Carlos Reis disse...

Que bela prosa Mary! São as diretrizes do amor e da cumplicidade nossas principais referências de vida.
Está linkada! Abraços!

Luiz Carlos Reis disse...

Fui o primeiro a comentar.Ô segunda-feira braba...hehe
Abraços no coração!

AS disse...

Bela incursão ao interior de ti própria!... Lindo poema...

Um beijo...

Musician disse...

Um "eu" encantador :)
Que sejas sempre assim, feliz!

Beijinho com amizade*

Zé Carlos disse...

Que lindo Mary.... e além disto matematicamente exato.... assim mesmo como vc = exata!!!
Beijos do Zé

o alquimista disse...

Espantosamente brilhante prosa, gostei e retive no meu arquivo...

Um beijo cara Amiga